A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Abril de 2017

29/03/2017 15:26

MS terá mais moderno laboratório da carne na América Latina, diz Embrapa

Unidade será inaugurada quinta-feira pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande

Paulo Nonato de Souza
O laboratório da Embrapa em Campo Grande faz Brasil avançar no desenvolvimento  de pesquisas em pecuária (Foto: Leandro Benites/Embrapa/Divulgação)O laboratório da Embrapa em Campo Grande faz Brasil avançar no desenvolvimento de pesquisas em pecuária (Foto: Leandro Benites/Embrapa/Divulgação)

O laboratório que o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, vai inaugurar nesta quinta-feira, 30, na sede da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, será o mais bem estruturado na área de biossegurança sobre bovinos, aves e suínos do Brasil, e irá ampliar a capacidade de garantia da qualidade sanitária do rebanho brasileiro, diz nota divulgada esta tarde pela Embrapa. A previsão é de que comece a funcionar já no mês de abril.

Instalado em um espaço de 1.000 metros quadrados com infraestrutura de contenção em biossegurança nível 2 e nível 3, além de uma inédita estrutura para biotério de manutenção e experimentação animal nível 3, o Biopec (Laboratório Multiusuário de Biossegurança para a Pecuária) está pronto para trabalhar com patógenos de animais e micro-organismos agrícolas.

“Com o Biopec, o Brasil muda de estágio no desenvolvimento de um conjunto significativo de pesquisas em pecuária. Agora será possível fazer, em um mesmo local, pesquisas relacionadas a agentes de alto risco como vírus da febre aftosa, da influenza aviária, da influenza suína, raiva, brucelose, tuberculose”, disse o diretor-chefe da Embrapa Gado de Corte, Cleber Soares.

Técnico trabalha em laboratório da Embrapa (Foto:(Foto: Leandro Benites/Embrapa/Divulgação) Técnico trabalha em laboratório da Embrapa (Foto:(Foto: Leandro Benites/Embrapa/Divulgação)

Segundo ele, com o laboratório será possível estudar bactérias causadoras de tuberculose bovina, botulismo, antrax, salmonelose e de intoxicações alimentares em um mesmo local, além de desenvolver testes e vacinas para doenças como a brucelose e trabalhos de pesquisa com príons (proteínas) causadores de encefalopatias espongiformes (vaca-louca e scrapie), sempre de acordo com as mais avançadas normas de biossegurança do mundo.

Nesta quinta-feira, a solenidade de inauguração do laboratório será às 14 horas. Além do ministro Blairo Maggi estarão presentes o presidente da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Maurício Lopes e o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.

Ainda de acordo com a nota divulgada pela Embrapa Gado de Corte, a instalação do laboratório teve investimento de R$ 10 milhões, oriundo do orçamento da própria empresa estatal e do Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions