ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 32º

Economia

Nova fábrica de fécula de mandioca em MS vai gerar 330 empregos

Projeto teve investimento de R$ 25 milhões em terreno de 61.044,90 m²

Por Izabela Cavalcanti | 19/05/2024 10:18
Eldorado Foods, empresa que abriu fábrica de fécula de mandioca em Eldorado (Foto: João Paulo Serafim)
Eldorado Foods, empresa que abriu fábrica de fécula de mandioca em Eldorado (Foto: João Paulo Serafim)

Nova fábrica de fécula de mandioca, inaugurada na sexta-feira (17) em Eldorado, vai gerar 330 novos empregos diretos e indiretos. O investimento foi de R$ 25 milhões em terreno de 61.044,90 m² e área construída de 2.500 m².

A unidade tem capacidade de processamento de 200 toneladas ao dia, visando expansão para 400 toneladas/dia. A planta está situada à BR-163, km 45 entre Eldorado e Itaquiraí.

No primeiro ano de atividade, a empresa Fecularia Eldorado irá operar com 66,67% da capacidade anual de 52.800 toneladas/ano. Deste total, serão produzidas 13.200 toneladas de fécula de amido in natura.

Além disso, segundo a empresa Eldorado Foods, a indústria também tem capacidade para movimentar  20 caminhões ao dia, entre lavoura, indústria e entrega. A fábrica terá  “zero resíduo”, com 100% dos resíduos sendo reutilizados para alimentar  um projeto de confinamento bovino e gerar biometano, que servirá para energia limpa na indústria.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, a nova fábrica consolida o perfil de produção de mandioca no sul do Estado.

"O Governo do Estado tem trabalhado fortemente no processo de industrialização. Tanto que MS foi um dos estados que mais cresceu no ano passado, em torno de 6,6%. Boa parte desta força de crescimento do PIB, veio do agronegócio e além disso da agroindustrialização", afirmou.

Ainda de acordo com Verruck, a fecularia é um projeto que está sendo construído já cerca de 4 anos e teve apoio do Governo do Estado.

O Governo investiu R$ 1,7 milhão do Pró-Desenvolve, para aquisição de uma área de 37 hectares onde foi implantada a indústria.

"Apoiamos a prefeitura desde a aquisição da área para a obra, depois toda a política de incentivos fiscais e recentemente estivemos discutindo com a prefeitura municipal e o empresário o acesso a fecularia, devido ao grande número de caminhões que nós teremos nesta unidade", acrescentou.

Mato Grosso do Sul tem atraiu cerca de 50 novas indústrias dedicadas à produção de amidos, farinhas, féculas e outros derivados da mandioca (fecularias), nos últimos dois anos. Os investimentos projetados para esse setor totalizam R$ 35,7 milhões, prevendo a criação de 237 empregos diretos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias