ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Principais destinos no Carnaval, municípios mantêm ponto facultativo

Apenas Corumbá e Ponta Porã suspenderam o expediente dos servidores; atividades turísticas, no entanto, serão mantidas

Por Tainá Jara e Ana Oshiro | 11/02/2021 17:51
Cachoeira do Sinhozinho é uma das belezas de Bonito (MS) (Foto: Thyago Sabino/Divulgação)
Cachoeira do Sinhozinho é uma das belezas de Bonito (MS) (Foto: Thyago Sabino/Divulgação)

Mesmo sem festa, a maioria dos destinos famosos para curtir o Carnaval, em Mato Grosso do Sul, vai manter o tradicional ponto facultativo para os servidores durante as celebrações. Os hotéis, pousadas, campings, balneários e demais passeios vão receber o público, entre os dias 12 e 17 de fevereiro, porém, submetidos às medidas de biossegurança.

Considerada a capital da folia carnavalesca no Estado, o município de Corumbá, distante 420 quilômetros de Campo Grande, suspendeu desfiles, blocos e qualquer tipo de aglomeração e vai cumprir toque de recolher das 22h às 5h.

O ponto facultativo foi suspenso para os servidores municipais, assim como em Ponta Porã, distante 324 quilômetros da Capital. Nos dias, 15, 16 e 17 de fevereiro haverá expediente normal de atendimento ao público nas repartições públicas.

 A tradicional “Guerra D’Água”, que existe no município há várias décadas, excepcionalmente não acontecerá em 2021 para evitar aglomerações.

Confira como será nos municípios que mantiveram o ponto facultativo:

Bonito – A prefeitura de Bonito, mantém ponto facultativo nos dias 15, 16 e 17. Na cidade, haverá uma tenda de orientação sobre protocolo de biossegurança e informações para turistas.

Estão proibidas aglomeração em espaços públicos, assim como não será permitido levar caixas térmicas para esses locais. Policiais, fiscais da prefeitura e a Guarda Municipal farão fiscalização e orientação, para garantir que os protocolos sejam seguidos.

Os passeios em um dos principais destinos turísticos do Mundo, não só estão mantidos, como estão com poucas reservas.

Passeio de barco no Recanto Ecológico Rio da Prata, em Bonito (Foto: Fernando Maidana/Divulgação)
Passeio de barco no Recanto Ecológico Rio da Prata, em Bonito (Foto: Fernando Maidana/Divulgação)

Jardim – Em Jardim, o ponto facultativo será mantido nos dias 15, 16 e 17.  De acordo com a turismóloga da prefeitura, Fernanda Pinheiro, os estabelecimentos ligados ao setor do turismo foram oficiados para adotar e cumprir as normas de biossegurança.

O município possui três balneários: Eco Park, Seu Assis e Santuário da Prata. Os dois últimos possuem camping e mesmo aberto para hospedagem, estão sujeitos ao toque de recolher a partir das 22h. O cumprimento das medidas será fiscalizado por equipes da prefeitura.

 Aquidauana – Apesar de manter o descanso dos servidores nos dias 15, 16 e 17, no entanto, o CEM (Centro de Especialidades Médicas) irá atender somente aos sintomáticos gripais no Centro de Atendimento ao Covid-19, nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Hospedagens e passeios Morro do Paxixi, Parque Municipal da Lagoa Cumprida, Centro Histórico, assim como as pousadas nos distritos de Camisão e Piraputanga, estarão funcionando, dentro dos protocolos de biossegurança. Aglomerações, no entanto, como acampamentos, não estão permitidas.

Turistas não poderão acampar no Morro do Paxixi, em Aquidauana (Foto: Divulgação/JNE)
Turistas não poderão acampar no Morro do Paxixi, em Aquidauana (Foto: Divulgação/JNE)

Rio Verde – A cidade também manteve o ponto facultativo a partir da próxima segunda-feira até quarta-feira. As praças da cidade serão fechadas para evitar aglomerações, além de reforço da fiscalização em cumprimento as medidas estabelecidas no decreto estadual, como o toque de recolher.

Bodoquena – Mesmo com ponto facultativo mantido para os servidores, a prefeitura publicou decreto aderindo a medidas adotadas pelo Governo do Estado na prevenção à covid-19, proibindo atividades que possam acarretar aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados de uso coletivo durante os dias 12 a 17 de fevereiro.

 A proibição veta eventos em ruas, avenidas e praças; clubes e salões de festas onde o espaço físico não permita que o número de pessoas reunidas mantenha o distanciamento mínimo de 1,5 metro; e shows de música com banda ou grupo, bem como o funcionamento de pista de dança.

Costa Rica – O Prefeito Cleverson Alves dos Santos, manteve o monto facultativo, seguindo o decreto do governo. “Nosso parque municipal, aproveitamos a questão do covid-19 para fazer a reforma dele. Os demais pontos turísticos, nós limitamos a quantidade de pessoas. Então, não vai haver muito prejuízo nesse aspecto até mesmo porque já havia limitação natural”, explicou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário