A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/01/2014 11:58

Produção de cana de açúcar fecha com 5,9% a menos do que foi previsto em MS

Leonardo Rocha
Roberto Hollanda, presidente da Biosul, relata balanço negativo da safra de cana de açúcar (Foto: Stephanie Romcy)Roberto Hollanda, presidente da Biosul, relata balanço negativo da safra de cana de açúcar (Foto: Stephanie Romcy)

A Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul) apresentou hoje os números da produção de cana de açúcar da temporada 2013/2014 no Estado. Foram produzidos 41.496.021 toneladas, 5,9% a menos do que havia sido previsto pela entidade em abril de 2013, que chegava a 44,1 milhões (toneladas).

O presidente da entidade, Roberto Hollanda Filho, explicou que este “balanço negativo” foi em função das condições climáticas, principalmente nos meses de abril, junho e julho, quando além das chuvas intensas, houveram geadas nas regiões de maior produção de cana de açúcar.

“Não esperávamos estes números, tivemos uma produção de açúcar menor do que ano passado, além de prejudicar a qualidade do produto, estes prejuízos ainda irão influenciar as duas próximas safras no Estado”, explicou ele.

Em relação à safra 2012/2013, houve um crescimento de 11,28%, já que a anterior esteve em 37,29 milhões de toneladas.

“Houve aumento (produção), mas a previsão era muito mais otimista, até pelo investimento no setor. Na passada (safra), tivemos 136, 86 quilos de ATR por tonelada de cana, na atual 126, 74 por tonelada (cana), números abaixo”.

Desempenho - O presidente da Biosul descreveu que em abril choveu muito, mas após boas condições em maio, junho e julho os temporais foram piores, que foram seguidos pelas geadas. “Perdemos 4 milhões em produção em função das geadas, 10 kg de açúcar por tonelada de cana”.

A área da produção que estava em 540 mil hectares na safra anterior (2012/2013), chegou hoje a 612 mil hectares. Tendo nas regiões do Alta Taquari, Cassilândia, Paranaíba e grande Dourados a maior produção.

A safra de 2013/2014 teve 22 unidades de produção operando, 12 produziram apenas açúcar e etanol, 10 somente etanol e 10 exportaram bioeletricidade.

Foram gerados 31 mil empregos diretos, tendo 1707 pessoas qualificadas pelo Pronatec, Senai e Senar, em 21 cursos em 9 municípios. Foram investidos R$ 4,2 milhões na qualificação profissional, sendo 1.100 qualificados nas próprias empresas.

Açúcar – A entidade apresentou na safra 2012/2013 a produção de 1.741.900 toneladas de açúcar, enquanto que a atual ficou em apenas 1.368.756, um perda de 21,42%. O açúcar VHP teve produção de 982 mil (toneladas), o cristal 360 mil e o refinado ficou em 27 mil.

Os dados apontam que 81% do açúcar do Estado vai para exportação a países como Rússia, Argélia e Canadá, sendo 12% enviado a outros estados e apenas 7% consumido no Estado, perdemos espaço aqui em função das condições climáticas, uma perda de 28% de receita.

“Apesar de todos os problemas, (açúcar) ainda é o quarto produto da balança comercial do Estado”, apontou Hollanda.

Etanol – A safra deste ano produziu 2,2 bilhões de litros de etanol, sendo que a interior foi de 1,9 bilhões. Da produção de cana de açúcar, 72% foi voltado para o etanol, ficando 28% ao açúcar. Esta disparidade foi em função das condições climáticas.

Bioeletricidade – O Estado teve uma produção de energia neste setor de 1,5 milhões de mwh nesta safra, sendo que no anterior ficou apenas em 1,29 milhões (mwh), um crescimento de 17,03%. O SIN (Sistema Integrado Nacional) exporta esta energia que daria para abastecer todas as casas de Mato Grosso do Sul.

Previsão - De acordo com a Biosul, a partir de amanhã irá começar o levantamento de dados para se fazer uma expectativa da safra 2014/2015, no entanto, somente no final de março eles poderão apresentar os números.

Presidente aponta que condições climáticas geraram prejuízos para produção (Foto: Stephanie Romcy)Presidente aponta que condições climáticas geraram prejuízos para produção (Foto: Stephanie Romcy)
Previsão da safra foi abaixo do esperado, prejuízos ainda irão interferir nos próximos dois anos (Foto: Stephanie Romcy)Previsão da safra foi abaixo do esperado, prejuízos ainda irão interferir nos próximos dois anos (Foto: Stephanie Romcy)
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions