A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Janeiro de 2020

02/05/2016 16:00

Rede de roupas fecha e Bosque dos Ipês perde segunda loja âncora

Priscilla Peres e Mariana Castelar
Loja que era localizada em uma das entradas principais, já foi totalmente descaracterizada. (Foto: Direto das Ruas)Loja que era localizada em uma das entradas principais, já foi totalmente descaracterizada. (Foto: Direto das Ruas)
No local onde funcionava a C&A agora indica a abertura de uma unidade de calçados. (Foto: Direto das Ruas)No local onde funcionava a C&A agora indica a abertura de uma unidade de calçados. (Foto: Direto das Ruas)

O shopping Bosque dos Ipês acaba de perder uma de suas lojas âncoras. A rede de roupas C&A fechou a unidade neste fim de semana e já não abriu as portas nesta segunda-feira. Em nota, confirma o fechamento e afirma que estuda o remanejamento dos funcionários.

A rede tem outras duas lojas em Campo Grande, sendo uma no Centro e outra no shopping Campo Grande. Sem detalhar motivos, eles afirmam apenas que "está avaliando a transferência dos funcionários para unidades próximas".

O shopping que irá completar três anos em agosto, passa por uma crise. No fim do ano passado viu uma das principais lojas, o hipermercado Walmart, fechar. Em seguida foi a marca Luigi Bertolli, que mantinha lá a única unidade do Estado.

Neste ano, o empreendimento contabiliza os fechamentos. No fim do mês passado, o Campo Grande News contabilizou quase 10 lojas fechadas As mais recentes baixas, foram a Tube Surf, Kevingston, entre outras menos conhecidas e na praça de alimentação, o Sushi Express.

Crise - O empreendimento foi inaugurado em agosto de 2013 com 167 lojas, e investimento de R$ 350 milhões. Diante da crise, a direção afirma que trabalha para atrair público por meio de serviços prestados.

Para atrair o público, a administração do Bosque dos Ipês investe em atrativos como exposições, preço baixo no ingresso do cinema, descontos em lojas e no preço do estacionamento.

Em nota, o shopping afirma que o fechamento "está inserido em um processo maior de reestruturação da marca em todo o Brasil, como consequência do momento de incertezas políticas e econômicas do nosso país".

Mais que isso, explica que o empreendimento "está numa fase de sua maturação" e que "iniciou uma fase de qualificação de mix, buscando reforçar as opções de compra de nossos clientes. Com a soma desses fatores foi negociada uma saída para o Shopping trazer uma nova operação, alinhada com as demandas recebidas de nossos clientes, que temos convicção que será mais um diferencial em mix, com a chegada da primeira âncora, de um empreendedor local, que mantém sua convicção na economia sul-mato-grossense"

Por fim, a nota diz que "mesmo diante do cenário desfavorável para a economia, estamos trabalhando incessantemente para que nossas operações continuem prosperando e, para que novos investidores integrem nosso mix nos próximos meses". 

Matéria atualizada às 17h17 para acréscimo de informações.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp


A crise realmente está forte, mas deveria ser um shopping como é o Norte Sul Plaza, voltado ao público dos bairros mais próximos e populosos e não voltado para o Alphavile, talvez essa seja a vocação a ser considerada.
 
jukahballakid em 03/05/2016 10:43:38
É realmente lamentável, eu gosto desse Shopping porque não é lotado e os preços são mais acessíveis, porém é muito longe.
 
Laura Vicente em 03/05/2016 09:04:05
óbvio que isso iria acontecer, mau planejamento e pesquisa de mercado realizada sem pensar na crise. O shopping está longe dos grandes centros e quer se posicionar como um shopping classe A. Se houvesse uma programação pensada na família, atrações e promoções haveria uma chance. Tudo caminha para o fracasso...
 
Fernanda Batista Martins em 02/05/2016 22:39:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions