ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 26º

Educação e Tecnologia

UFGD terá 200 vagas para especialização em Proteção aos Povos Indígenas

O calendário de atividades tem previsão de ser iniciado em fevereiro de 2024 seguindo até abril de 2025

Por Geniffer Valeriano | 10/11/2023 17:12
Bloco da Universidade Federal da Grande Dourados. (Foto: Divulgação)
Bloco da Universidade Federal da Grande Dourados. (Foto: Divulgação)

A partir de 2024, a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) terá curso de especialização on-line em Enfrentamento aos Crimes Ambientais e Proteção aos Povos Indígenas. A proposta foi aprovada pela seleção pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), e lançada como uma das ações do Pronasci 2 (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania).

Ao todo, serão disponibilizadas 200 vagas, tendo como público-alvo os operadores do Susp (Sistema Único de Segurança Pública) de todo o país. Entre os servidores estão os policiais militares e civis, brigadistas, bombeiros, peritos da Segurança Pública e guardas municipais.

As vagas disponíveis serão distribuídas por estados e Distrito Federal. A previsão indica que o edital será publicado nos próximos meses. Ainda foi informado que não será cobrado nenhuma taxa de inscrição, nem mensalidades, por conta da parceria com a Senasp. Como ação do PRONASCI 2, os estudantes irão receber uma bolsa-formação no valor de R$ 900 mensalmente.

O curso terá carga horária de 465 horas, o calendário de atividades tem previsão de ser iniciado em fevereiro de 2024 seguindo até abril de 2025. A modalidade será de ensino a distância, utilizando o AVA Moodle, tendo aulas ministradas às sextas-feiras, durante a noite, e nos sábados de manhã e à tarde.

Nas disciplinas serão tratadas cinco áreas temáticas, sendo elas: “Cultura, Interculturalidade e Prática Reflexiva”, “Conhecimentos Jurídicos”, “Proteção social e ambiental”, “Sistema, Instituições e Gestão Integrada do SUSP” e “Metodologia Científica”.

A docência será formada pelos profissionais da UFGD, UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), FUNAI (Fundação Nacional dos Povos Indígenas), Ministérios dos Direitos Humanos e dos Povos Indígenas, Polícia Militar, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Procuradoria Federal.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias