ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 21º

Esportes

Após dérbi no Brasileirão, Corinthians e Palmeiras decidem o Feminino

No primeiro jogo da final do Brasileiro feminino o Timão bateu o rival por 1 a 0 no Allianz Parque

Por Nyelder Rodrigues | 26/09/2021 08:45
Gabi Portilho comemora gol na primeira partida da final entre Palmeiras e Corinthians (Foto: Rebeca Reis e Livia Villas Boas/Staff Images Woman/CBF)
Gabi Portilho comemora gol na primeira partida da final entre Palmeiras e Corinthians (Foto: Rebeca Reis e Livia Villas Boas/Staff Images Woman/CBF)

Se ontem (25) foi dia de dérbi paulista com vitória corintiana por 2 a 1 na Neo Química Arena, hoje (26) é a oportunidade dos alviverdes se vingarem e conquistarem na casa de seus maiores rivais o título do Brasileirão Feminino de futebol, em duelos marcado para acontecer às 20h (horário de MS).

A partida marca a grande final do maior torneio da modalidade no Brasil e o Corinthians entra com a vantagem do empate. No primeiro jogo, dia 12 deste mês, o Timão venceu o Palmeiras no Allianz Parque por 1 a 0.

Enquanto o alvinegro é um dos principais clubes de futebol feminino do país, o Palmeiras começou recentemente e montar suas estrutura, mas mesmo assim já figura na final da categoria. A Série A1 do torneio conta com 16 times e foi dominada pelos paulista, que ocuparam desde a primeira até a quinta posição.

Ainda na 12ª posição, ficou o São José - enquanto o líder foi o Corinthians, com 12 vitórias, dois empates e uma derrota. Já o Palmeiras ficou em segundo, com 11 vitórias a quatro empates. O São Paulo está em terceiro, com o Santos em quarto e a Ferroviária, atual campeão da categoria, em quinto.

Oito times passaram para o mata-mata e nas quartas de final, o Corinthians passou pelas catarinenses do Kindermann, com duas vitórias, enquanto o Palmeiras venceu uma e perdeu outra para o Grêmio, passando de fase pelo saldo de gols.

Na semi, o Corinthians não tomou conhecimento da Ferroviária e também venceu os dois duelos, mesma situação do Palmeiras, que pegou o Internacional e não deu chances para a equipe gaúcha - defendida pela zagueira da Seleção, presente nas Olimpíadas, e com família morando em Campo Grande, Bruna Benites.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário