A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

11/10/2016 08:05

Após 'pedágio' para viajar, delegação volta de torneio com 30 medalhas

Amanda Bogo
Atletas com o mestre Fábio Costa após as competições (Foto: Divulgação/ Academia Fábio Costa)Atletas com o mestre Fábio Costa após as competições (Foto: Divulgação/ Academia Fábio Costa)

O esforço dos atletas da equipe Fábio Costa, que precisaram lutar dentro e fora dos tatames para participar do XXI Brazil Open de Taekwondo, foi reconhecido. A delegação que viajou para a competição voltou de Londrian com 30 medalhas na bagagem, sendo 15 de ouro, nove de prata e seis de bronze.

A marca da equipe na competição foi melhor do que o resultado conquistado na edição anterior, superando as 22 medalhas em 2015. O grupo ficou com o sétimo lugar geral do evento, do qual participaram 84 times de todo o país.

"Tínhamos mais atletas que estavam em condições de participar do evento, mas por falta de apoio não tiveram como participar. E se esses atletas fossem, poderíamos ter ganhado por quantidade de atletas, mas as despesas foram custeadas pelos próprios atletas ou seus familiares e acabou participando quem teve condições", explicou o Mestre Fábio Costa.

Dez pontos foram somados para os atletas no ranking nacional. A próxima competição da qual os lutadores irão participar será a Copa do Brasil, que acontece no mês de novembro em Brasília (DF).

Pedágio - Sem patrocínio para custear a viagem, os atletas foram às ruas realizar um "pedágio" com o objetivo de arrecadar dinheiro para arcar com os custos do transporte, que de acordo com informação divulgada pela equipe, era de R$ 3 mil.

Às vésperas do evento, um empresário que não quis ser identificado fez a doação com o valor que faltava para que os jovens pudessem participar da competição. Além da mobilização na avenida Afonso Pena, eles haviam realizado venda de arroz carreteiro. 

Essa não é a primeira vez que os atletas buscam arrecadar dinheiro nas ruas da Capital. Em 2015, os lutadores foram para o sinal arrecadar dinheiro para participar do Campeonato Brasileiro, onde obtiveram o melhor desempenho de Mato Grosso do Sul em nacionais, conquistando cinco medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze.

Competição - Vinte atletas de Mato Grosso do Sul viajaram para Londrina participar do Brazil Open, competição que garante 10 pontos para o ranking nacional, no qual os melhores classificados se classificam para o Grand Slam da modalidade.

Conforme a CBTKD (Confederação Brasileira de Taekwondo), cerca de 400 atletas de vários estados brasileiros lutam pelas categorias fraldinha, mirim, infantil, cadete, juvenil, adulto e master masculino e feminino, destinada a lutadores faixa preta. Participam dass modalidades Kiorugui e Poomsae lutadores de faixas coloridas.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions