A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

30/04/2017 16:01

Corumbaense abre o placar fora de casa contra o time do Novoperário

Leonardo Rocha e Amanda Bogo
Jogo está disputado, mas o Corumbaense saiu na frente (Foto: Alcides Neto)Jogo está disputado, mas o Corumbaense saiu na frente (Foto: Alcides Neto)

O time de Corumbaense saiu na frente na decisão contra o Novoperário, mesmo jogando fora de casa, no estádio Morenão. Apesar do primeiro tempo ser disputado, com mais chances para equipe anfitriã, foi os visitantes que chegaram ao gol, aos 43 minutos, após finalização do meio-campo, Willian.

O jogo começou disputado, com muitas bolas divididas no meio campo, até contando com alguns lances duros, entre os atletas. Jogando fora de casa, a equipe do Corumbaense resolveu apostar na marcação no meio campo, atrapalhando o setor de criação do Novo, que mesmo assim chegou ao atacante com lançamentos e cruzamentos.

O time do Corumbaense tentava se impor em jogadas pela lateral, mas foi pouco efetivo na primeira metade do primeiro tempo. Mesmo assim, em jogada trabalhada chegou ao gol do Novo, porém a finalização foi bem defendida pelo goleiro, Bernardo.

Com poucas finalizações, um cruzamento rente a trava do Corumbaense, levou perigo, sendo a melhor chance do time da casa na primeira etapa. Quando parecia que não haveria mais novidade, o meia Willian recebeu passe na entrada da área e finalizou sem chances para o goleiro do Novo, abrindo o placar para equipe visitante.

Giovane Freitas diz do Novo surpreendeu em chegar na final (Foto: Alcides Neto)Giovane Freitas diz do Novo surpreendeu em chegar na final (Foto: Alcides Neto)

Torcida - Durante o intervalo, os torcedores seguem confiantes, a espera que este primeiro jogo da final, já se tenha uma vantagem, para a decisão no próximo domingo (7). Giovane Feitas, de 35 anos, torcedor do Novo, disse estar apreensivo com a partida, já que sequer esperava que seu time chegasse a fase final. "Tinha até medo de ser rebaixado, mas deu a volta por cima".

Já Patrícia Vieira, 43, também torcedora do Novoperário, aproveitou esta final no Morenão, para trazer o enteado, Willian de apenas 10 anos, que nunca tinha assistido um jogo no estádio. Ele disse que tinha vontade de ver os jogadores de perto e não apenas pela televisão.

Para a torcedora do Corumbaense, Jéssica Toledo, 26, contou que viajou seis horas de vã, para poder assistir a final em Campo Grande. Ela acredita em uma vitória fora de casa, pelo placar de 2 a 1. Luis Augusto, 49, relatou que mora há 20 anos na Capital, mas é corumbaense e aproveitou este domingo para torcer pelo seu time. "O jogo está disputado, esperamos levar ao menos um empate".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions