A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/01/2009 16:24

Governo e prefeitura dão pontapé em campanha para Copa

Redação

A tarde foi definitiva para trazer a Copa de 2014 para Campo Grande, avaliam governo e prefeitura.

Reunidos, governador André Puccinelli (PMDB), prefeito Nelsinho Trad (PMDB), deputados, representantes da Infraero e publicitários, garantiram que agora o Estado vai colocar na rua a campanha para a Capital conquistar o direito de ser uma sub-sede do torneio.

O encontro foi na governadoria, também com a participação de técnicos do município e do Estado. Foi o início do processo de elaboração de estratégias para a mobilização pela idéia.

Depois de criticas da falta de empolgação do sul-mato-grossense na disputa com o Mato Grosso pela Copa, o primeiro desafio é envolver a sociedade.

A bancada federal sul-mato-grossense também assumiu o compromisso de colaborar, e no dia 2 de fevereiro terá uma reunião, em Brasília, com o mesmo grupo da Fifa e da CBF que no dia 3 virá a Campo Grande para conhecer a estrutura que a cidade oferece para receber a Copa do Mundo.

O senador Valter Pereira (PMDB), que também participou da reunião desta tarde, enfatizou que um "elenco de providências" foi definido durante o encontro desta tarde, como estratégias de marketing.

"Vão ser deflagradas algumas ações para que Campo Grande seja escolhida. O objetivo é agitar a população, para que se crie um clima favorável em torno da realização da Copa na nossa Capital", disse.

A união de forças é para convencer o comitê de avaliação das candidatas a

sub-sede sobre os pontos positivos que a capital de Mato Grosso do Sul tem a oferecer, como o aeroporto que já conta com projeto de ampliação, o potencial turístico com 70% da área do Pantanal, viabilidade de reformar o Morenão, a infra-estrutura de transporte e hoteleira.

O encontro foi comandado por Puccinelli e Nelsinho, com explicações de aspectos positivos que precisam ser ressaltados e o que é necessário diferenciar diante das campanhas já apresentadas pelo concorrente MT.

"Chegou a hora da onça beber água", resumiu o vice-prefeito Edil Albuquerque (PMDB), sobre a importância de colocar a campanha na rua imediatamente. "Já foi confirmado que o Pantanal terá uma vaga como sub-sede, agora temos de mostrar que podemos", comentou.

Eventos culturais, logomarcas e estratégias de marketing capazes de apresentar a todo o Brasil o potencial da Capital já começam a ser organizados.

"Depois da conversa com o governador e o prefeito não paramos de trabalhar e estamos criando a campanha neste momento", disse o jornalista Wilson Morales, da agência MV.

Reforço: O marqueteiro Chico Santa Rita também foi contratato para reforçar o trabalho. O publicitário tem uma relação muito próxima com Nelsinho e Puccinelli por ser o responsável pelas campanhas eleitorais dos dois peemedebistas.

Chico informou ao Campo Grande News que sua agência trabalha em parceria com 3 empresas. Uma é especializada em assessoria de imprensa, para divulgar Campo Grande nacionalmente. Outra é a carioca Textual, especializada em marketing esportivo. Em Mato Grosso do Sul, a MV dará todo o suporte local.

"

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions