ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 25º

Esportes

Vice-campeã mundial é recebida com festa em escola da Capital

A judoca paralímpica sul-mato-grossense conquistou a medalha de prata na maior competição escolar do mundo

Por Ana Paula Chuva e Cleber Gellio | 24/05/2022 08:43
Larissa no centro sendo recebida com os aplausos. (Foto: Marcos Maluf)
Larissa no centro sendo recebida com os aplausos. (Foto: Marcos Maluf)

De volta à rotina estudantil na manhã desta terça-feira (24), a judoca paralímpica sul-mato-grossense Larissa Barros de Oliveira, de 16 anos, foi recebida pelos colegas de turma na Escola Estadual Joaquim Murtinho com aplausos e um banner em braile para que ela pudesse ler.

Estudante do 2º ano do Ensino Médio, Larissa tem deficiência visual e conquistou a medalha de prata durante as competições Gymnasiade 2022, na Normandia, na França entre os dias 14 e 22 de maio.

A adolescente não era vista pelos colegas em sala desde o dia 7 de maio, quando teve a festa de despedida para primeira viagem internacional representando não só Mato Grosso do Sul, mas também o Brasil.

Segundo o coordenador da escola, Izadir Francisco de Oliveira, quando os outros estudantes ficaram sabendo que Larissa estaria na maior competição escolar do mundo, não pensaram duas vezes em desejar boa sorte com uma “festinha de despedida”.

“Todos nós ficamos na torcida pela Larissa. Ela está conosco há dois anos e os colegas quiseram desejar boa sorte para que ela fosse à competição e quando ela conquistou a medalha de prata, a ideia foi receber ela de uma forma especial. Eles tiveram a ideia do banner com a tradução em braile, inclusive”, disse ao Campo Grande News.

Enquanto aguardavam Larissa, os colegas ficaram em silêncio até que ela entrasse na sala. Quando a atleta entrou, o coordenador parabenizou a menina que, em seguida, agradeceu e quando tirou a medalha do bolso, os estudantes então aplaudiram a vice-campeã mundial.

Larissa fazendo a leitura do banner feito pelos colegas. (Foto: Marcos Maluf)
Larissa fazendo a leitura do banner feito pelos colegas. (Foto: Marcos Maluf)

Logo depois, ela foi levada até o banner com a frase: “Larissa, a E.E Joaquim Murtinho tem muito orgulho de você. Parabéns pela determinação e objetividade que proporcionaram sua merecida conquista!”, escrita também em braile.

Emocionada, a mãe de Larissa, Ana Paula Barbosa Barros de Souza, 46 anos, também acompanhou a adolescente no retorno às aulas hoje. Ela contou que a filha nasceu com uma má formação congênita e que treina desde os quatro anos.

“Ela treina quatro horas por dia, de segunda a sexta-feira. Esse ano foi convocada para seleção brasileira e a medalha é uma recompensa. É muito gratificante. O nosso contato era muito difícil durante a competição, a técnica dela quem manda notícias, inclusive, foi quem me avisou da medalha de prata. Estamos muito felizes e orgulhosos”, afirmou Ana Paula.

A paratleta com sua medalha durante entrevista nesta manhã. (Foto: Marcos Maluf)
A paratleta com sua medalha durante entrevista nesta manhã. (Foto: Marcos Maluf)

Ao Campo Grande News, Larissa disse estar muito feliz com a vitória e que o esporte proporciona a ela, além do reconhecimento, a oportunidade de conhecer muitos lugares não só no Brasil, como no mundo agora.

“É uma sensação de dever 99,9% cumprido, só não foi o 100%, porque faltou muito pouco para trazer o ouro. Mas é muito gratificante representar não só meu Estado, mas também o meu país”, declarou a menina um pouco tímida.

Confira a galeria de imagens:

  • Fila para abraçar a vice-campeã mundial (Foto: Marcos Maluf)
  • Larissa sendo guiada pela mãe e pela pedagoga (Foto: Marcos Maluf)
  • Banner em homenagem à paratleta adolescente (Foto: Marcos Maluf)
  • Larissa sendo abraçada por colega nesta manhã (Foto: Marcos Maluf)
  • Thalita Jordana, 35 anos, pedagoga que acompanha Larissa na escola (Foto: Marcos Maluf)
  • Ana Paula, mãe da paratleta emocionada com a vitória (Foto: Marcos Maluf)
Nos siga no Google Notícias