ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  20    CAMPO GRANDE 11º

Esportes

MS terá cinco representantes em testes pré-Jogos Paralímpicos de Tóquio

Dois técnicos e três atletas vão tentar em São Paulo conseguir o índice de classificação

Por Nyelder Rodrigues | 28/05/2021 16:25
Atleta de MS, Jonatan já representou o Brasil nos Jogos Pan-americanos de 2019 (Foto: Divulgação)
Atleta de MS, Jonatan já representou o Brasil nos Jogos Pan-americanos de 2019 (Foto: Divulgação)

Dois técnicos e três paratletas de Mato Grosso do Sul foram convocados pelo CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) dos treinos pré-olímpicos marcados para acontecer em junho desde ano, em São Paulo (SP). Durante a fase de treinamento, eles podem atingir marcas classificatórias para as Paralimpíadas de Tóquio.

Serão organizadas tomadas de tempo e marcas válidas para o ranking internacional do WPA (World Para Athletics). Os técnicos que representam o esporte sul-mato-grossense são Daniel Sena, da Associação Sprint Social, e Marli Cassoli, da ADD-MS.

Profissional de Educação Física, Daniel foi selecionado pelo CPB e acompanhará, no período de 31 de maio a 19 de junho, o paratleta Jonatan da Silva Ferreira, que vai buscar seu melhor tempo nas provas de 100, 200, 400 metros rasos e salto em distância, pela classe T37 (paralisado cerebral, sem auxílio de cadeira de rodas).

O sul-mato-grossense foi medalhista de bronze nos Jogos Parapan-Americanos 2019, de Lima, no Peru, nos 100 metros. Já estará, de 12 a 19 de junho, junto aos atletas Mauro Junior e Rosenei Herrera, que buscarão marcas no arremesso de peso, ambos na classe F36 (paralisado cerebral andante, sem auxílio de banco em provas de campo).

"Só de estar ali no Centro de Treinamento Paralímpico, entre os melhores atletas do Brasil, com chances de ir a Tóquio, já é muito gratificante e vamos fazer de tudo para tentar entrar na delegação", frisa Mauro.

A possibilidade de participar do maior evento esportivo do planeta motiva Rosenei Herrera, que já possui rodagem internacional. A paratleta ajudou o Brasil no Parapan de Toronto-2015 e Lima-2019 ao faturar o bronze no arremesso de peso nas duas edições.

"Tenho grande expectativa de ir à Paralimpíada. Devido à pandemia, tivemos de parar com o ritmo forte de treinamento, mas com fé e esperança tudo pode acontecer. Então, vou fazer minha parte, entregar o melhor que puder", frisa Rosenei

Nos siga no Google Notícias