A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/08/2009 19:35

Náutico vence Atlético-PR e freia ascensão do rival

Redação

Quase três meses atrás, Geninho pedia demissão do Atlético-PR após cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. O elenco paranaense aparecia na lanterna. Hoje, os dois se reencontraram. E, novamente, os atleticanos saíram no prejuízo.

Com três gols no primeiro tempo, o Náutico bateu o rival por 3 a 0, na noite deste sábado, no Recife, e já se aproxima da saída da zona de rebaixamento. O rival, por outro lado, tem freada sua ascensão e começa a ver novamente o fantasma do descenso.

Diante disso, o duelo era especial para Geninho. O treinador foi campeão brasileiro com o time paranaense em 2001 e conquistou o Campeonato Paranaense nesta temporada. Nunca negou sua paixão pelo clube da Arena da Baixada. Mas sua última passagem foi frustrante. Foi embora após uma goleada sofrida diante do Atlético-MG e com o time em último lugar. Agora vive uma situação não muito diferente. O Náutico continua entre os piores, mas dá sinais de recuperação.

Com a vitória deste sábado, sobe para 24 pontos e só não vai dormir fora da zona de rebaixamento porque o Santo André (24 pontos), que caiu diante do Flamengo, tem saldo de gols superior ao dos pernambucanos. "Estamos em evolução e vamos atingir nosso objetivo [não ser rebaixado]", comentou Juliano. Já o Atlético-PR, que havia vencido cinco de suas últimas seis partidas e agora é treinado por Antonio Lopes, não consegue se desgarrar definitivamente da zona de descenso. Estaciona em 27 pontos.

O Atlético-PR volta a jogar no dia 6 de setembro, diante do Flamengo, em Curitiba. No mesmo dia, o Náutico pega o também desesperado Fluminense, no Rio de Janeiro, em mais uma partida de "seis pontos".

Os gols do Náutico foram marcados por Carlinhos Bala, aos 32 minutos, Michel aos 37 minutos e Derley, aos 48 do primeiro tempo. (Com informações do site UOL).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions