A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/01/2015 06:00

Comitiva se prepara para reunião ainda sem confirmação

Priscilla Peres

Surpresa – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apareceu de surpresa ontem em reunião de políticos com a população de Bataguassu. Ele não era esperado, mas foi bem recepcionado pelos presentes que aproveitaram para fazer pedidos para a nova gestão.

Incerto – Comitiva formada pelo governador Reinaldo, junto com a prefeita de Três Lagoas, Marcia Moura, e representantes dos fornecedores do Consórcio UFN 3 que reivindicam dívida de R$ 20 milhões, dizem ter agendado reunião com a presidente da Petrobras, Graça Foster, no próximo dia 4, porém a estatal não confirma a agenda e já disse que não pode efetuar o pagamento.

Esperança - A reunião com Graça é um dos últimos recursos que os empresários que forneciam para o consórcio têm para receber os R$ 20 milhões. Até uma série de protestos já foi feita para tentar chamar a atenção e evitar a falência de várias empresas de Três Lagoas.

Indecisão – Vinte e cinco dias após assumir o governo do Estado, a nova equipe ainda não definiu o nome que irá comandar a secretaria de Produção e Agricultura Familiar. A pasta é uma das principais da administração estadual e um dos cotados, o presidente da Aprosoja/MS, Maurício Saito, ficou de responder até hoje.

Mistério – Desde que assumiu e começou a “colocar a casa em ordem”, Reinaldo diz que irá apresentar um balanço financeiro do estado, isso por que teria pego “os cofres vazios”. Porém, até agora, o governador alega dificuldades com o sistema para conseguir levantar a apresentar os dados para a imprensa.

Serviço 1 – O TJ/MS (Tribunal de Justiça de MS) publicou o acréscimo de R$ 1.108 milhão em um contrato de prestação de múltiplos serviços, sem licitação, para a venda de produtos que atendam as necessidades da casa. A alegação é de que o contrato é em favor dos Correios, pessoa jurídica de direito público e a única a prestar o serviço.

Serviço 2 – O TJ/MS também acrescentou R$ 700 mil a um contrato com a Embratel, sem licitação, alegando que essa é a única medida viável para obter os serviços pretendidos, já que a concorrente Oi não pode fazê-lo.

Despesa – O TJ/MS também vai gastar R$ 323 mil com a contratação de serviços de processamento de dados e de instalação e configuração de servidores, para migrar os documentos do banco de dados. A Softpan Planejamentp e Sistemas foi contratada sem licitação, pois é a única que tem as informações para fazer o serviço, segundo publicação em Diário.

Aguardando - A dúvida em Dourados é saber qual o destino de Walter Carneiro Junior. Exonerado pelo prefeito Murilo Zauith da secretaria de Fazenda, ele espera há quase um mês por um cargo no governo de Azambuja.

Saúde - Pelo Visto Reinaldo Azambuja recuou da intenção de alugar o hospital da família Uemura. A ideia inicial era reabrir dois hospitais, agora o governador fala apenas no antigo São Luiz.

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions