A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/01/2015 06:00

Comitiva se prepara para reunião ainda sem confirmação

Priscilla Peres

Surpresa – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apareceu de surpresa ontem em reunião de políticos com a população de Bataguassu. Ele não era esperado, mas foi bem recepcionado pelos presentes que aproveitaram para fazer pedidos para a nova gestão.

Incerto – Comitiva formada pelo governador Reinaldo, junto com a prefeita de Três Lagoas, Marcia Moura, e representantes dos fornecedores do Consórcio UFN 3 que reivindicam dívida de R$ 20 milhões, dizem ter agendado reunião com a presidente da Petrobras, Graça Foster, no próximo dia 4, porém a estatal não confirma a agenda e já disse que não pode efetuar o pagamento.

Esperança - A reunião com Graça é um dos últimos recursos que os empresários que forneciam para o consórcio têm para receber os R$ 20 milhões. Até uma série de protestos já foi feita para tentar chamar a atenção e evitar a falência de várias empresas de Três Lagoas.

Indecisão – Vinte e cinco dias após assumir o governo do Estado, a nova equipe ainda não definiu o nome que irá comandar a secretaria de Produção e Agricultura Familiar. A pasta é uma das principais da administração estadual e um dos cotados, o presidente da Aprosoja/MS, Maurício Saito, ficou de responder até hoje.

Mistério – Desde que assumiu e começou a “colocar a casa em ordem”, Reinaldo diz que irá apresentar um balanço financeiro do estado, isso por que teria pego “os cofres vazios”. Porém, até agora, o governador alega dificuldades com o sistema para conseguir levantar a apresentar os dados para a imprensa.

Serviço 1 – O TJ/MS (Tribunal de Justiça de MS) publicou o acréscimo de R$ 1.108 milhão em um contrato de prestação de múltiplos serviços, sem licitação, para a venda de produtos que atendam as necessidades da casa. A alegação é de que o contrato é em favor dos Correios, pessoa jurídica de direito público e a única a prestar o serviço.

Serviço 2 – O TJ/MS também acrescentou R$ 700 mil a um contrato com a Embratel, sem licitação, alegando que essa é a única medida viável para obter os serviços pretendidos, já que a concorrente Oi não pode fazê-lo.

Despesa – O TJ/MS também vai gastar R$ 323 mil com a contratação de serviços de processamento de dados e de instalação e configuração de servidores, para migrar os documentos do banco de dados. A Softpan Planejamentp e Sistemas foi contratada sem licitação, pois é a única que tem as informações para fazer o serviço, segundo publicação em Diário.

Aguardando - A dúvida em Dourados é saber qual o destino de Walter Carneiro Junior. Exonerado pelo prefeito Murilo Zauith da secretaria de Fazenda, ele espera há quase um mês por um cargo no governo de Azambuja.

Saúde - Pelo Visto Reinaldo Azambuja recuou da intenção de alugar o hospital da família Uemura. A ideia inicial era reabrir dois hospitais, agora o governador fala apenas no antigo São Luiz.

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions