A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/10/2012 06:00

Farpas eleitorais

Jogo Aberto

Alfinete
Ao falar sobre a eleição que definiu Alcides Bernal (PP) o novo prefeito de Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) fez questão de alfinetar o petista Delcídio do Amaral (PT), virtual candidato, desde já, à sucessão estadual em 2014.

Vira-casaca?
Segundo Puccinelli, antes das convenções, o senador chegou a sinalizar apoio ao candidato do PMDB, Edson Giroto. “Disse por mais de cinco vezes”, disparou, ressaltando que tem mais de “20 testemunhas”.

Ajuda
Puccinelli ainda avaliou que a vitória de Bernal se deve muito à sua popularidade causada pelo rádio. “É a vantagem dele”.

Análise  
Embora não houvesse tempo para mudar o resultado da disputa, o governador ainda disse acreditar que seu candidato, Edson Giroto, “melhorou muito” no segundo turno em relação ao marketing, que teve equipe trocada.

Agradecimento virtual
Derrotado na eleição para prefeito, Edson Giroto dedicou agradecimento aos militantes e apoiadores de sua campanha. Por meio de seu Facebook, declarou que terminha a caminhada maior que entrou. “Tenham certeza que minha determinação de servir a esta cidade vai continuar ainda maior”.

Comparações
Dezesseis anos depois do último segundo turno na disputa à Prefeitura de Campo Grande, as comparações com o pleito de 1996 foram inevitáveis. Um dos personagens daquela histórica corrida, o ex-governador Zeca do PT analisou que, à época, ele e André eram figuras novas na política e havia muita expectativa em relação aos dois.

Consequência
Para Zeca, a eleição de Bernal é fruto da rejeição das duas décadas de comando do PMDB na administração da Capital. Ele, no entanto, reconheceu a importância do partido como base de sustentação da presidente Dilma Rousseff (PT).

Rival

Rival histórico de Puccinelli, Zeca não deixou de cutucar seu eterno adversário. Disse que o resultado da eleição em Campo Grande é um repúdio ao comportamento “prepotente e arrogante” do governador. “Esgotou”, definiu, analisando que André sofreu derrotas semelhantes em municípios como Ponta Porã, Jardim, Naviraí, Paranaíba e Corumbá.

Fogo amigo
Para o ex-governador, a derrota política do PMDB no interior do Estado poderia ter ocorrido em Três Lagoas “não fora a omissão do senador Delcídio em abandonar o Guerreiro (Ângelo, candidato do PSD no município)”.

Dica
O vereador mais votado em Campo Grande também revelou que, na única conversa que teve com Alcides Bernal no segundo turno, sugeriu humildade para entender a dimensão de sua candidatura. “O povo está dando resposta a tudo isso e renovando as expectativas como Bernal”.

Lembrança
Na eleição deste domingo, o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) contou que recordou do pai, o ex-deputado federal Nelson Trad, por ter sido a primeira eleição após sua morte, em dezembro do ano passado. Ele contou que, logo ao acordar, fez uma oração para lembrar dele. 

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


Perde-se uma batalha, mas não a guerra. Toda derrota é momento extremamente oportuno de reavaliarmos sobretudo as posturas. Vejo que o mais importante é a certeza indubitável do dever cumprido. Temos que usar os meios disponíveis para deixar clara a nossa real intenção de que o que mais importa é a nossa qualidade de vida, tema este que resume de uma forma objetiva, o que todos auguramos desta nova administração e que lembre-se: O povo, apesar do pouco investimento na educação, estão mais esclarecedores e mais formadores de opinião, apesar do que se chama "baixo nível cultural", com o advento das "n" mídias" existentes. Quem sempre tem que ganhar é a nossa querida "cidade morena", pois é sabido por todos que ao se deparar com os problemas, nota-se claramente que a solução não é tão simples.
 
Prof. Vilson Lima em 29/10/2012 11:20:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions