A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/08/2016 06:00

Governador apoia festa, mas prefeito rejeita sobá

Waldemar Gonçalves

Quarta vez – “Amanhã vou votar pela quarta vez nesse impeachment, o que revela o grau de constitucionalidade que norteia o processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Meu voto está pronto. Falarei por 10 minutos”, postou ontem no Facebook o senador Waldemir Moka (PMDB-MS) sobre a análise do caso no plenário do Senado, prevista para esta terça. A sessão deve durar o dia todo.

Não primeiro – Ao oficializar apoio ao 11º Festival do Sobá, ontem, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi bem humorado ao explicar a representantes da Feira Central de Campo Grande como é o modus operandi da sua gestão. “Primeiro a gente fala não, depois avalia se pode contribuir”.

Bom coração – O tucano ainda brincou pedindo à presidente da associação dos feirantes, Alvira Appel, que não ficasse brava com o secretário estadual de Cultura, Renato Roscoe. “Ele tem bom coração”. O 11º Festival do Sobá começa na próxima quinta-feira.

E o Bernal? – Presidente da Afecetur (Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande), Alvira agradeceu ao governador pela ajuda no 11º Festival do Sobá e disse que ele será a 'estrela' da abertura. De quebra, ainda alfinetou o prefeito, Alcides Bernal (PP), dizendo que até agora não foi recebida por ele para falar da festa.

Agora é o filho – Queimado dentro do próprio partido, o ex-vereador Paulo Pedra (PDT) anunciou a candidatura do filho à vereança. Kiko Pedra, no entanto, disputará as eleições PP, sigla de Bernal.

Pedrada – Na convenção dos pedetistas, semana passada, Paulo Pedra não conseguiu votos de seus próprios colegas e ficou fora da disputa. Segundo consta, o vereador estaria com as asinhas de fora à revelia de correligionários, tomando decisões contrárias às pretendidas pela legenda.

Indefinido – Horas depois da convenção do PDT, Pedra esteve na convenção do PP, que oficializou Bernal à reeleição. Ainda revoltado com seu partido, afirmou que anunciará, ainda nesta semana, seu futuro partidário.

Sem vaidade – Escolhido para ser vice na chapa de Bernal, Ulisses Duarte disse na convenção do PP, sem nem ser questionado a respeito, que “não tem vaidade” e, portanto, não vai querer tirar o cargo de ninguém.

Passado recente – Duarte se referia ao atual vice-prefeito, Gilmar Olarte, que em uma cassação colocada sob suspeita, tomou o lugar de Bernal, em 2014, ganhando a animosidade do titular. O pastor, atualmente, milita pelo Pros.

Agradecido – Embora não tenha conseguido o apoio de duas das legendas que o apoiaram na primeira eleição, Bernal agradeceu e teceu elogios à vereadora Luiza Ribeiro (PPS) e ao ex-parlamentar Paulo Pedra (PDT), ambos na convenção do PP, na sexta-feira (5). “O esforço não ficará esquecido no campo do passado”, prometeu.

(com Leonardo Rocha e Mayara Bueno)

Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions