A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/08/2016 06:00

Governador apoia festa, mas prefeito rejeita sobá

Waldemar Gonçalves

Quarta vez – “Amanhã vou votar pela quarta vez nesse impeachment, o que revela o grau de constitucionalidade que norteia o processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Meu voto está pronto. Falarei por 10 minutos”, postou ontem no Facebook o senador Waldemir Moka (PMDB-MS) sobre a análise do caso no plenário do Senado, prevista para esta terça. A sessão deve durar o dia todo.

Não primeiro – Ao oficializar apoio ao 11º Festival do Sobá, ontem, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi bem humorado ao explicar a representantes da Feira Central de Campo Grande como é o modus operandi da sua gestão. “Primeiro a gente fala não, depois avalia se pode contribuir”.

Bom coração – O tucano ainda brincou pedindo à presidente da associação dos feirantes, Alvira Appel, que não ficasse brava com o secretário estadual de Cultura, Renato Roscoe. “Ele tem bom coração”. O 11º Festival do Sobá começa na próxima quinta-feira.

E o Bernal? – Presidente da Afecetur (Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande), Alvira agradeceu ao governador pela ajuda no 11º Festival do Sobá e disse que ele será a 'estrela' da abertura. De quebra, ainda alfinetou o prefeito, Alcides Bernal (PP), dizendo que até agora não foi recebida por ele para falar da festa.

Agora é o filho – Queimado dentro do próprio partido, o ex-vereador Paulo Pedra (PDT) anunciou a candidatura do filho à vereança. Kiko Pedra, no entanto, disputará as eleições PP, sigla de Bernal.

Pedrada – Na convenção dos pedetistas, semana passada, Paulo Pedra não conseguiu votos de seus próprios colegas e ficou fora da disputa. Segundo consta, o vereador estaria com as asinhas de fora à revelia de correligionários, tomando decisões contrárias às pretendidas pela legenda.

Indefinido – Horas depois da convenção do PDT, Pedra esteve na convenção do PP, que oficializou Bernal à reeleição. Ainda revoltado com seu partido, afirmou que anunciará, ainda nesta semana, seu futuro partidário.

Sem vaidade – Escolhido para ser vice na chapa de Bernal, Ulisses Duarte disse na convenção do PP, sem nem ser questionado a respeito, que “não tem vaidade” e, portanto, não vai querer tirar o cargo de ninguém.

Passado recente – Duarte se referia ao atual vice-prefeito, Gilmar Olarte, que em uma cassação colocada sob suspeita, tomou o lugar de Bernal, em 2014, ganhando a animosidade do titular. O pastor, atualmente, milita pelo Pros.

Agradecido – Embora não tenha conseguido o apoio de duas das legendas que o apoiaram na primeira eleição, Bernal agradeceu e teceu elogios à vereadora Luiza Ribeiro (PPS) e ao ex-parlamentar Paulo Pedra (PDT), ambos na convenção do PP, na sexta-feira (5). “O esforço não ficará esquecido no campo do passado”, prometeu.

(com Leonardo Rocha e Mayara Bueno)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions