A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/01/2015 06:00

Grupo de MS pode fazer sucesso nos Jogos Olímpicos

Edivaldo Bitencourt

Na Olimpíada – O Grupo Tradição pode estrear nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. A ginasta Angélica Kvieczynski pretende utilizar a música “A Brasileira” para embalar a série de apresentações de maça.

Tour – O grupo sul-mato-grossense pode ganhar fama mundial se a ginasta se der bem nas eliminatórias. Ela pretende se apresentar nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Mundial e nos grand prix internacionais. Para a atleta, a canção é uma mistura de ritmos e deverá fazer sucesso.

Vem não vem – A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), pode recuar da decisão de inaugurar a Casa da Mulher Brasileira. A viagem pode ser cancelada em cima da hora para evitar protestos contra o aumento de impostos.

Adesão – O ato público contra o aumento de impostos, convocado pelo Facebook, já tem a confirmação de 3,7 mil pessoas. O protesto visa os últimos aumentos autorizados pela petista, como reajuste na tarifa de luz, no preço da gasolina, no IOF e da taxa de juros.

Consenso – Apesar do descontentamento de um ou outro deputado, a eleição da Assembleia Legislativa vai ocorrer sem qualquer imprevisto. Junior Mochi (PMDB) vai ser eleito presidente em clima de paz e com o apoio da oposição e da situação ao Governo .

Exonerações – O Diário Oficial da Assembleia Legislativa começou a exonerar os ocupantes de cargos comissionados. Até Jerson Domingos, que renunciou ao mandato de deputado estadual para assumir a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, já saiu.

Unanimidade – Jerson Domingos recebeu a solidariedade dos futuros colegas de trabalho. Conselheiros saíram em defesa do seu nome, que chegou a ser alvo de representação no Ministério Público Federal por não ter curso superior. Todos elogiaram a sua atuação como presidente do legislativo estadual.

Inconformado – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não se conforma com o sistema estadual, que considera arcaico e ultrapassado. O levantamento das contas estaduais demorou quase 30 dias. Modernizar o atual sistema deverá ser uma das prioridades do tucano.

Reforma – A OAB/MS lança hoje a construição de auditório com mais de 500 lugares e que promete ser um dos maiores do Estado. O presidente nacional da instituição, Marcus Vinicius Furtado Coelho, aproveita a visita para divulgar a reforma política, uma das bandeiras da instituição.

Descontentes – O governador Reinaldo Azambuja terá grande desafio pela frente: encontrar um nome para contemplar todas as etnias indígenas. Ontem, um grupo se manifestou contra a nomeação de Silvana Dias de Souza Albuquerque para a subsecretaria Indígena.

(colaboraram Angela Kempfer, Kleber Clajus e Juliene Katayama)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions