ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 31º

Jogo Aberto

Imagens de câmera pioram situação de advogado preso

Por Marta Ferreira e Lucia Morel | 03/05/2021 06:00
Fernanda Daniele foi achada morta na quinta-feira, em plantação de milho. (Foto: Reprodução das Redes Sociais)
Fernanda Daniele foi achada morta na quinta-feira, em plantação de milho. (Foto: Reprodução das Redes Sociais)

Provas – Imagens de câmeras de segurança, já em mãos da Polícia Civil, estão entre os elementos de prova obtidos conta o advogado Alexandre França Pessoa, 42 anos, preso pelo feminicídio de Fernanda Daniele de Paula Ribeiro dos Santos, 36 anos. Ela foi morta com um corte profundo no pescoço e depois jogada em plantação de milho à beira da MS-276, em Batayporã, vizinha a Nova Andradina, onde o suspeito e a vítima moravam.

Sem parar – Titular da delegacia de Batayporã, o delegado Filipe Davanso Mendonça disse ontem que os trabalhos foram ininterruptos desde achado de corpo, na quinta-feira (29), para desvendar o caso. Segundo ele, para fechar o inquérito, agora, faltam laudos, como o necroscópico e o de análise do celular do suspeito apreendido. O celular da vítima, até ontem, não havia sido localizado.

Sob escolta - Ontem, depois ser preso, o investigado passou mal, com uma crise hipertensiva. Chegou a haver suspeita de  princípio de infarto. Foi apurado que seria transferido a Dourados para tratamento, informação não confirmada até o fechamento desta coluna. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) acompanha a situação, como é praxe.

Silêncio – Pela apuração da reportagem do Campo Grande News, o advogado foi considerado suspeito desde o início. Ele mesmo se colocou nessa condição, quando prestou o primeiro depoimento, mas tentou passar a impressão de que não sabia de nada e queria colaborar com as apurações.

Ajuda - Praças da ativa e da reserva do Exército Brasileiro se reúnem nesta segunda-feira (3) com o deputado federal Vander Loubet (PT), em Campo Grande. Querem tentar interlocução junto ao governo federal por benefícios à categoria.

Preteridos - Sargento reformado, José Eulálio Sales informou à coluna que os militares estão descontentes com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo ele, só os militares de patentes mais altas estariam sendo contempladas.

Liberado - Robson Nascimento de Oliveira, ex-motorista dos familiares do volante Fernando, que jogava no Spartak Moscou, na Rússia, foi solto da prisão no domingo. Ele foi preso em março de 2019 ao desembarcar na Rússia, portando um remédio proibido naquele país, o Mytedom 10mg (cloridrato de metadona).

Articulação - O senador Nelsinho Trad fez parte da missão especial a Moscou, no ano passado, e entregou carta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pedindo a liberdade do brasileiro ao presidente Vladimir Putin. “Fiquei muito feliz pelo êxito da missão da qual que fiz parte em outubro do ano passado”, comentou.

Retorno - A notícia da soltura chegou ontem de manhã ao parlamentar, que recebeu o comunicado do embaixador brasileiro, Tovar Nunes, na Rússia. O brasileiro está abrigado pela embaixada e deverá chegar ao Brasil na quinta-feira.

Memória - O governador Reinaldo Azambuja agradeceu aos seguidores ontem, pelos mais de mil comentários em foto publicada por ele nas redes sociais, para comemorar os 38 anos de casamento. Na imagem, um registro da cerimônia com a primeira-dama Fátima, os dois jovenzinhos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário