A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/01/2015 06:00

Marquinhos ganha apoio de André para ser candidato

Edivaldo Bitencourt

Devagar – O presidente regional do PT, Paulo Duarte, recorreu ao cantor Paulinho da Viola para ilustrar como vai administrar a crise na sigla. “Faça como o velho marinheiro, que durante o nevoeiro leva o barco devagar”, destacou.

União – A permanência de Duarte no comando regional do partido evita a explosão de nova disputa entre os grupos de Zeca do PT e Delcídio do Amaral. Apesar de levantarem a bandeira branca, os dois estavam empenhados para a guerra pelo comando do diretório.

Estratégico – Como elo entre os dois lados, Paulo Duarte mantém a harmonia na sigla e vai comandar o PT na sucessão municipal em 2016. A escolha dos prefeitos vai pesar na escolha do próximo candidato a governador e senador. Delcídio vai estar encerrando o mandato de oito anos.

Eleições 2016 – O nome do deputado estadual Marquinhos Trad ganhou força no PMDB para ser o candidato do partido no próximo ano. Pesquisa do Ipems, divulgado no mês passado pelo Campo Grande News, mostrava o deputado na liderança no cenário em que o ex-governador André Puccinelli não é o candidato da sigla.

Apoio – Marquinhos ganhou um cabo eleitoral de peso. Nos últimos dias, o ex-governador tem dito aos mais próximos que o seu candidato para suceder Gilmar Olarte (PP) é o deputado estadual. Com esse apoio, Trad deverá desistir da ideia de trocar de partido.

Gafe – O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) cometeu uma gafe durante abertura da Showtec em Maracaju. Ao fazer discurso no evento, ele chamou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pelo nome do antecessor, André Puccinelli. O público presente caiu na gargalhada.

Reação – Assessor de um vereador de Dourados cochichou um pedido no ouvido do secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula. No entanto, a reação foi alto e bom som. “Você não sabe o que ele está passando, o mundo está caindo na cabeça do cara”, exclamou o secretário, deixando claro que o pedido era dirigido ao governador.

Convite – O novo secretário estadual da Produção e Agricultura Familiar deve ser anunciado amanhã. No entanto, o anúncio ainda depende da resposta do convidado. Ele é de Dourados e deve dizer se aceita ou não só amanhã.

Motivo – Ex-presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária), Ademar Silva Júnior, rejeitou o convite porque não concordou com a prioridade da Secretaria de Produção: assentados e sem-terra. Representante do agronegócio, ele achou incoerente trabalhar para uma turma que sempre combateu.

Terceiro – O presidente da Aprosoja, Maurício Saito, é o terceiro convidado para a Secretaria de Produção. Ele é de Itaporã e pode entrar no primeiro escalão como representante de Dourados. Além de Ademar, o deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB) também já disse não ao governador.

(colaboraram Caroline Maldonado, Kleber Clajus e Helio de Freitas)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions