A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/08/2011 06:01

Não há nada que um afago não resolva

Jogo Aberto

Motim

Deputados da oposição espernearam ontem na Assembleia por causa do atraso na liberação de recursos das emendas parlamentares.

Como se sabe, são os investimentos do governo indicados por meio das emendas que dão musculatura política aos parlamentares em suas bases eleitorais. Para acalmar os deputados, o governador mandou marcar reunião no dia 16, no primeiro horário da tarde.

Secura total

A bancada federal também está impaciente por causa do contingenciamento de recursos. O pagamento das emendas de 2009, já empenhado, têm que ser liberado até 30 de setembro.

O novo prazo de validade não deve ser prorrogado e o temor é de que o agravamento da crise mundial seja mais um argumento para o governo manter a torneira fechada.

A conta gotas

A preocupação dos deputados federais é que a liberação de emendas se dá em partes, na medida que a aplicação do recurso é comprovado. Muitas obras estão paradas esperando parcelas restantes e parte delas tem problemas na prestação de contas. Daí...

Tributo republicano

Prevaleceu ontem, na reunião de 20 governadores do Centro Oeste, Norte e Nordeste a posição do governador André Puccinelli, de repartir a tributação das operações de compra e venda pela internet – vendedor banca 8,5% e comprador outros 8,5%.

Agradável incerteza

Condutores de veículos em Dourados estão adorando a indefinição do governo e da Prefeitura em relação a desativação das lombadas eletrônicas. Enquanto perdura o impasse, os abusos na velocidade se sucedem.

O prefeito da cidade, Murilo Zauith, disse que técnicos nas duas esferas de governo ainda discutem a ativação. Segundo consta, o impasse persiste no ponto de motivou o desligamento – quem fica com o dinheiro das multas.

Posse

O delegado Edgar Paulo Marcon assume nesta quinta-feira (amanhã) o comando da Superintendência da Polícia Federal. Ele substitui José Rita Martins Lara, que por dois anos comandou a PF no Estado. Ex-presidente da Associação dos Delegados da PF em MS, Marcon atuou até 2009 em Campo Grande e estava em São Paulo, onde comandou a Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado.

Sem clima

O deputado estadual Paulo Duarte (PT) disse que não pretende reapresentar este ano projeto regulamentando a pesca no Estado. Segundo ele, não há nenhuma perspectiva de projeto sobre o assunto ser aprovado este ano pela Casa. Quanto a reapresentar a proposta no ano que vem, Paulo Duarte não descarta a hipótese.

Zona Franca

Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado aprovou ontem projeto de Lei que dispõe sobre a criação de Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Corumbá. O relatório do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) afirma que o projeto, de autoria do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), é legítimo e está amparado pela Constituição Federal.

Incursão pantaneira

O Campo Grande News vai acompanhar a visita da ministra do Meio Ambiente, Izabela Teixeira, na região da Serra do Amolar. A ministra participará, quinta-feira, de incursões em reservas e no parque nacional, além de comunidades tradicionais do Pantanal, para conhecer a biodiversidade. Toda logística estará a cargo do Instituto do Homem Pantaneiro (IHP).

Incólume

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, conversou no início da tarde de ontem com o ministro do Turismo, Pedro Novaes, sobre a prisão de 38 pessoas pela Operação Voucher da Polícia Federal (PF) que investiga denúncias de desvio de verbas públicas na Pasta. O dinheiro estaria sendo desviado por meio de emendas parlamentares destinadas a convênios com organizações públicas e privadas para qualificação profissional.

É o primeiro salvo-conduto na teia de escândalos envolvendo ministros da cota dos aliados. Novais é do PMDB, mas sem tanta autonomia de voo como o colega da Agricultura, Wagner Rossi.

#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...
O ato falho de Odilon ao anunciar apoio
Tropeço – No ato em que recebeu apoio do MDB na disputa pelo governo estadual, Odilon de Oliveira (PDT) também aproveitou para declarar seu apoio a J...
Deputada não reeleita critica regras
Justificativa - A deputada Mara Caseiro (PSDB) comentou ontem na Assembleia Legislativa que não se elegeu pelas regras da legenda, já que sua votação...


Dois importantíssimos temas para Corumba e Ladário; finalmente a ZPE tão aguardada pela população dessas duas cidades pantaneiras começa a sair da gaveta, já se vão décadas que êsse assunto vem sendo tratado pelos políticos da região, e, se concrtizado, certamente se constituirá em um instrumento de alavancagem para o desenvolvimento da região. Por outro lado, a viisita da Ministra do Meio Ambiente a Serra do Amolar, em pleno Pantanal, proporcionará uma divulgação sôbre êsse eco-sistema único, que necessita ser melhor preservado. Aliás, com o clima seco, a frágil vegetação é um combustível para os incendiários maníacos, onde a vida animal a cada ano sofre verdadeira tragédia. Portanto, prevenir é melhor que remediar, e, desde já, os responsáveis pelo combate aos incêncios já devem estar de prontidão.
 
bene rodrigues costa em 10/08/2011 07:41:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions