A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


02/10/2013 06:00

Nova regra dificulta cassação de Bernal

Edivaldo Bitencourt

Feliz da vida – As notícias foram boas para o prefeito Alcides Bernal (PP) ontem. Até o líder do executivo na Câmara Municipal, Marcos Alex (PT), respirou aliviado com a mudança do quórum para a abrir a Comissão Processante, que passa de maioria simples para, no mínimo, 20 votos. “Graças a Deus”, suspirou, feliz da vida.

Teste de fogo – A mudança na interpretação da lei é uma ótima notícia para Bernal. Antes, a oposição tinha condições de impor o desgaste de uma Comissão Processante, que pode levar 90 dias, e terminar em pizza. Ou seja, para impor ao desgaste ao chefe do Executivo, a oposição vai precisar dos 20 votos. Antes, bastava cinco vereadores em uma sessão com oito, no mínimo.

Calibre 12 – O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), que vive o dilema de Hamlet, diz que só uma bala de calibre 12 para levar a cassação do prefeito. O socialista vive a dúvida de ser ou não ser da base aliada de Bernal na Câmara Municipal.

De onde vem? - A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal quer saber o domicílio dos secretários municipais. Como Bernal importou gente de Corumbá, Maracaju e outros estados, os vereadores recorreram ao artigo 73 da Lei Orgânica Municipal para cobrar a origem da casa do primeiro escalão.

Desgaste – Alex do PT não gostou nenhum pouco da proposta de Otávio Trad (PTdoB), que quer saber ondem moram os secretários do Bernal. O petista não escondeu a indignação com o jovem parlamentar. “É para explorar o fato do Bernal ter importado o secretariado”, afirmou.

51 evangélico - O deputado estadual Lídio Lopes (PP), que assumiu a direção do PEN no Estado, ficou numa saia justa com o número do partido, 51. Famoso por ser associado à cachaça, o parlamentar, que é evangélico, vai se desdobrar para convencer o distinto eleitor de que o novo tema é “uma nova ideia”.

Aliança - Lídio ponderou que apesar de ser ligado ao governador André Puccinelli (PMDB) ainda não há confirmação que o PEN irá ser parceiro do PMDB em 2014. "Existe muitas coisas para acontecer, por enquanto é melhor a cautela", explicou ele.

Convites - O deputado estadual Osvane Ramos (PT do B) destacou que já recebeu vários convites para trocar de partido, entre eles o PC do B, Solidariedade e PROS. "Ninguém aposta em árvore que não dá fruto", destacou ele. Osvane ponderou que até amanhã (3) decide se muda ou permanece no PT do B.

Retiro político – O governador André Puccinelli (PMDB) suspendeu todas a agenda pública nesta semana. Um dos objetivos é acompanhar com lupa e de perto a mudança partidária, já que o prazo termina nesta sexta-feira. Um dos nomes definidos é o comandante da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, que vai para o PTdoB.

Mais uma ação – O prefeito Alcides Bernal mantém a guerra contra os meios de comunicação. Ele ingressou com mais uma ação por direito de imagem contra o jornal Correio do Estado. Ele já ingressou com algumas ações contra o empresário Antônio João Hugo Rodrigues. Mas não entrou com nenhum pedido na Justiça contra a TV Record ou a Revista Veja, que divulgaram o escândalo envolvendo a ex-catadora de lixo, Dilá Dirce Pereira.

(Colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

 

"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...



Caso não há uma definição oficial, é melhor não falar nada, acredito que em nossa cidade há pessoas competentes para tomar decisões, não deixando acontecer tantas coisas prejudiciais a cidade, Campo Grande espera uma atitude das autoridades, para que tudo isso não se transforme em uma grande palhaçada. Já chega o MENSALÃO...
 
DEJANIRA VENTURA RIBEIRO em 03/10/2013 07:38:12
Tem tanto buraco prá ser tampados nas nossas ruas e essa covarde oposição fica aí gastando e perdendo tempo com ladaínhas. Se eles se unissem e cada um adotasse um buraco das nossas ruas, viveríamos na mais bonita capital. Achem oque fazer e trabalhem, o prefeito foi eleito pelo povo e não foi ele que derrubou um poderoso, mas o voto popular.
 
Kiny Silva em 02/10/2013 21:57:29
Todo mundo sabe que não vão cassar o prefeito que no fim tem mensalinho, vai acabar sim em PIZZA, por favor, façam com que a nossa bela cidade de Campo Grande continue crescendo como antes e vão trabalhar, parem de enrolar por favor, tudo isso até agora é uma grande palhaçada, nós de Campo Grande amamos nossa cidade e vocês todos os vereadores e o prefeito e seus secretários, não estão fazendo nada que preste até agora, todos são ruins até mesmo aquele a quem eu e toda a minha família depositamos o nosso voto que com certeza não o terá mais. Falei.
 
marco silva em 02/10/2013 10:14:18
Essa história de cassação já deu o que tinha que dar, espero que nossos legisladores comecem apresentar algumas propostas para o bem estar da população. Que dessam do palanque e comecem cobrar trabalho do executivo, essa ladainha de cassação não deu e nem vai dar em nada.
 
porfirio vilela em 02/10/2013 09:57:33
Não posso imaginar como uma Câmara Municipal de uma capital como a nossa, possa passar tantos atestados de incompetência. Parece-me que ali ninguém, nem mesmo a assessoria jurídica consegue interpretar sequer o regimento interno , e a população, a cada dia recebe uma informação diferente, fruto do despreparo que parece reinar no seio da edilidade.
E o Prefeito , com toda a fragilidade que lhe impõe seu comportamento crítico e autoritário, vai fazendo a população enxergar que a representatividade legislativa de nosso Município é débil, inocente , incapaz ou inexistrente
 
ALICIO MENDES em 02/10/2013 08:01:31
ESTA CÂMARA NÃO TEM OUTRA COISA A FAZER A NÃO SER FALAR EM CASSAR O PREFEITO ALCIDES BERNAL, NÃO VOTO MAIS EM NENHUM DESTE QUE AI ESTA,NOS QUEREMOS VER ELES PREOCUPADO FAZER LEIS QUE FAVOREÇA A POPULAÇÃO JÁ MARQUEI O NOME DE TODOS PARA NÃO ERRAR NO DIA DA ELEIÇAO
 
helio dos santos guedes em 02/10/2013 07:14:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions