A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Julho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


21/06/2019 06:00

Procuradora do interior de MS estreia na Lava Jato

Ângela Kempfer, Humberto Marques e Jones Mário

Promoção - Procuradora de Mato Grosso do Sul foi convocada para reforçar a força-tarefa da Operação Lava Jato no Ministério Público Federal de SP. Paloma Alves Ramos atua em Naviraí e deve ser transferida ainda no final de junho.

Desistência - Enquanto o STF (Supremo Tribunal Federal) não julga a reclamação apresentada por Edson Giroto, que tenta deixar a cadeia, a única movimentação no processo é a saída de quem teve melhor sorte e já está em liberdade. No último dia 19, o ministro Alexandre de Moraes homologou a desistência do recurso de três pessoas.

Livres – Segundo o advogado Valeriano Fontoura, deixaram o pedido de liberdade Beto Mariano, sua filha Mariane Mariano e Rachel Giroto, esposa do ex-secretário de obras. Todos em liberdade. Seguem presos Edson Giroto e o cunhado.

Medo – Temida pelos poderosos, a 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande perdeu desde novembro de 2017 o monopólio de julgar os crimes contra lavagem de dinheiro. A Vara ficou conhecida por ser especializada “em crimes de lavagem de dinheiro, ocultação de bens e valores e crimes contra o Sistema Financeiro Nacional”.

Políticos e traficantes - Agora, a 3ª Vara compartilha o julgamento dessa modalidade de crime, que atrai muitos políticos e traficantes, que precisam esconder a origem “suja” do dinheiro, com a 5ª Vara da Justiça Federal.

Normal – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) parece tranquilo em relação ao esvaziamento de parte do lago do Parque das Nações Indígenas, que passa por obras de desassoreamento. “É normal a retirada de toda água nesse momento. Se retira a água, depois faz as bacias de contenção, ajeita tudinho para depois recolocar a água. A água só volta com o lago na sua condição correta”, disse ontem, na sede da PMA (Polícia Militar Ambiental).

Pero no mucho – Na avaliação do tucano, “o lago só chegou nessa situação porque não teve nos anos anteriores as obras nas bacias de contenção. O sedimento desceu para dentro do lago e acabou com ele”. Uma das fases da obra no cartão-postal de Campo Grande promoveu o escoamento das águas do primeiro nível ao segundo nível, para permitir a entrada de escavadeiras hidráulicas.

Mapa-múndi - Botsuana está de volta ao continente de origem. Dois dias depois de autorizar viagem do delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, para participar de curso em “Botsuana, Estados Unidos”, o governo estadual republicou ato e definiu que o workshop será mesmo no país africano, a pelo menos 14 mil quilômetros de distância do território norte-americano.

Surpresa – Geraldo Resende disse ter se surpreendido com o cenário da Saúde Estadual após assumir a pasta do setor no governo de Reinaldo Azambuja. Embora afirme que, nos 16 anos no Congresso, acompanhou as demandas do Estado, revelou que “os problemas são muito maiores do que o dimensionado, mas isso dá mais motivação para continuar a trabalhar”.

Imerso – Geraldo também afirma que vem recebendo “vários apelos de lideranças de Dourados” para disputar a prefeitura em 2020, porém, além de sustentar que “o processo sucessório deve ser discutido a partir de março do ano que vem”, garante que pretende cumprir com o “compromisso muito forte com o governador” e seguir na SES até 2022.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions