ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

Puccinelli diz que parte do PT não faz política decente

Por Jogo Aberto | 24/12/2010 06:00

Labuta

O presidente da Câmara de Campo Grande, vereador Paulo Siufi (PMDB), decidiu não viajar nestas férias. A justificativa é simples: “Quem quer ser prefeito, tem de ficar por aqui, trabalhando”, comenta.

Mão no bolso

Na hora de explicar como funcionou parceria para construção de casas populares no bairro Dom Antônio, o governador André Puccinelli fez questão de dizer que 131 foram construídas com dinheiro do Estado e do governo federal, com uma diferença. “Desta vez dei mais que o tio Lula, fiquei com 60% dos gastos”, ressaltou.

Silêncio total

A solenidade de entrega de chaves rendeu. Puccinelli criticou o PT, com vários petistas no palanque, como o senador Delcidio do Amaral, deputado Pedro Teruel e a vereadora Thaís Helena. Criticou grupo do partido que não sabe fazer “política decente”. Do outro lado, ninguém abriu o bico para contestar.

Uma chance em mil

O governador também reafirmou que não irá à posse da presidente Dilma Roussef. Já agendou atividades por aqui no dia primeiro de janeiro, que além de ser reempossado como governador, inclui reunião com Paulo Siufi. Diz que a única chance de comparecer é se houver muita insistência.

Bem mais perto

As conversas ao pé do ouvido, muitas por sinal, mostraram que proximidade mesmo do governador com o PT, só com o senador Delcídio do Amaral, que foi muito elogiado em evento de entregas de casa, principalmente pelo prefeito Nelsinho Trad.

Entre lágrimas

A mãe do deputado Pedro Teruel (PT), Josefa, chorou e pediu a palavra para agradecer a homenagem ao marido José Teruel Filho, que deu nome ao residencial em Campo Grande. A viúva foi casada por 65 anos com o falecido.

Baixinho

Tudo foi gravado em vídeo pelo outro filho do casal, irmão de Teruel, que teve de subir em uma cadeira para fazer as imagens. Pelo menos em estatura, ele é o oposto do deputado, conhecido pela altura avantajada.

Otimista

Delcídio diz estar confiante no fim da hegemonia do PMDB em Campo Grande,depois de décadas na prefeitura. Ele aposta nas eleições de 2012 e entre os nomes “fortes” apontado por ele são citados Pedro Kemp e Paulo Duarte.

De olho

Depois de investigações pelo País, incluindo MS, o Conselho Nacional de Justiça avisou que vai fazer auditorias nos estados para saber se equipamentos doados pelo CNJ estão sendo utilizados corretamente ou já foram “extraviados” por aí.

Condição

O Conselho já investiu mais de R$ 100 milhões para melhorar a tecnologia da informação nos tribunais de justiça, mas o programa de modernização só terá continuidade em 2011 em estados que passarem no teste dos auditores.