ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 20º

Arquitetura

Esculturas lúdicas e expressivas marcam o trabalho de Raissa

Raissa Ohara trabalha com esculturas de parede e também com quadros em grandes formatos, podendo te ajudar com novas ideias

Por Lucas Mamédio | 29/05/2020 07:11
Raissa trabalha com esculturas e também com quadros em grandes formatos (Foto: Arquivo Pessoal)
Raissa trabalha com esculturas e também com quadros em grandes formatos (Foto: Arquivo Pessoal)

A composição de um ambiente em casa é sempre um desafio. Tudo é meticulosamente pensado e uma peça a mais pode fazer total diferença, para o bem e para o mal. Pensar em como uma escultura pode enriquecer uma sala, um quarto, ou outro cômodo é papel de profissionais da arquitetura, decoradores e afins, mas há de se ter sempre a mão a peça correta.

Artista plástica em Campo Grande, Raissa Ohara trabalha com esculturas de parede e também com quadros em grandes formatos, os que ilustram essa matéria. “Gosto muito de adornar o projeto que estou realizando com arte nas paredes, vestindo-as de forma lúdica, dando vida expressiva àquele ambiente”, explica Raissa.

Raissa abriga técnicas distintas nos quadros e nas esculturas (Foto: Arquivo Pessoal)
Raissa abriga técnicas distintas nos quadros e nas esculturas (Foto: Arquivo Pessoal)

A artista, que é formada em design industrial, enveredou para o lado da arte naturalmente, resgatando uma aptidão da infância. “Sempre gostei de artes, sempre desenhei e me destacava de outras crianças e tive a oportunidade de estudar por três anos história da arte, foi onde aprimorou meus sentidos pelas artes plásticas”.

Raissa é foramada em design industrial, mas a arte falou mais alto (Foto: Arquivo Pessoal)
Raissa é foramada em design industrial, mas a arte falou mais alto (Foto: Arquivo Pessoal)

Ela já trabalha no mercado de Campo Grande há cinco anos e ainda tentou atuar apenas na área de formação. “Quando desenhava móveis, automaticamente inseria os quadros e esculturas no meu imaginário, junto a eles. Aí ficou claro que amava mais a obra artística que os projetos”.

As esculturas de parede da artista são, geralmente, de chapas metálica. “Em algumas matérias durante a faculdade pude desenvolver técnicas pra fabricação de objetos industrializados, técnicas essas que transferi às esculturas”.

Nas esculturas de paredes são usadas chapas metálicas (Foto: Arquivo Pessoal)
Nas esculturas de paredes são usadas chapas metálicas (Foto: Arquivo Pessoal)

Os quadros demandam outros talentos de Raissa. “Nos quadros uso muito relevo, ele dá a sensação de querer tocar e sentir os materiais. Nas imagens computadorizadas, mesclo o uso ao fundo minha pintura com fotografia à frente translúcida”.

O processo de criação de Raissa é complexo, pois consiste no conjunto do conceito que carrega, aliado ao projeto do arquiteto e vontade do cliente.

“Quando recebo um pedido de algum arquiteto ou designer, seja ele escultura ou tela, eu me conecto com o projeto e com a personalidade de quem escolheu meu trabalho. Ali no meu ateliê sou eu comigo mesma, minha sensação de liberdade me transcende ao lúdico”.

A inspiração pra tudo isso está muito nos livros que lê em artistas como Klimt, Hieronymos Bosch, Balthus, Jacques Villon, George Mathieu. “No meu dia a dia, tenho sempre ao meu lado muitos livros de obras de arte. É preciso muito amor e dedicação a todo tipo de expressão artística, seja ela música, cinema, arquitetura, para se manter sempre criativo”.

Para ver mais do trabalho de Raissa Ohara basata acessar sua página no Instagram, o @rai_ohara.

Veja mais imagens das obras de Raissa na galeria abaixo:

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Confira a Galeria de Imagens: