A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

21/05/2013 06:49

Prateleira musical 100% sul-mato-grossense tem CDs de R$ 36 a R$ 4,90

Anny Malagolini
Música pantaneira na prateleita da Casa do Artesão.Música pantaneira na prateleita da Casa do Artesão.

Na pequena prateleira ao fundo da loja que expõe produtos típicos e a arte de Mato Grosso do Sul, há uma porção de discos de artistas do Estado. É a parada certa de quem não tem o apelo de super hits para emplacar o trabalho em grandes lojas, até porque, elas são cada vez mais raras.

Encontrar gravações de músicos do Estado em shoppings, supermercados ou redes de departamento é praticamente impossível, mas na Casa do Artesão, na esquina da Afonso Pena com a Calógeras, o espaço é 100% sul-mato-grossense.

Na lista dos mais procurados pelos turistas estão os músicos da família Espíndola - Jerry, Celito, Geraldo e Tetê. Depois aparecem Almir Sater, Paulo Simões e Dino Rocha.

Muita gente também quer ouvir Helena Meirelles e o Grupo Acaba, os mais procurados segundo Sirlei de Souza Rodrigues, de 68 anos, funcionaria da loja há 23 anos.

E o preço é muito bom. Coletâneas de CDs de música pantaneira instrumental, por exemplo, são vendidos a partir de R$32,00. O trabalho mais caro da loja é do músico Paulo Simões, que sai por R$36,00.

No outro extremo, o CD mais barato é do cantor Betinho Sacode, gravado em 2009, hoje vendido por apenas R$4,99.

Coletânea Mapeamento Musical de Mato Grosso do Sul.Coletânea "Mapeamento Musical de Mato Grosso do Sul".

Além do som regional, também há blues do cantor Boaventura, rock da banda Impossíveis e discos do primeiro suspiro do sertanejo universitário, com a dupla Thúlio e Thiago.

Sirlei conta que a busca pelas polcas paraguaias cresceu bastante e é possível encontrar discos do estilo a partir de R$12,00.

O local Val, inclusive, para uma pesquisa musical. Nas prateleiras também aparecem gravações de artistas que nem passaram do primeiro trabalho ou que há tempos não são mais vistos.

A Casa do Artesão fica na avenida Calógeras, 2050 e funciona das 8 às 18 horas.

Sesc Horto recebe espetáculo teatral gratuito na próxima semana
Entre a próxima quinta-feira (1) e sábado (3), o Teatro Prosa do Sesc Horto recebe o espetáculo "Três Vírgula Quatro Graus Na Escala Richter", da Com...
MS participa no mês de julho de feira de artesanato em Pernambuco
Mato Grosso do Sul participa em julho, entre os dias 6 e 16, em Olinda (PE), da Feira Internacional de Negócios do Artesanato, maior evento do setor ...



Oi, Mariluci Rossi! Você chegou a procurar o CD do Marcelo Loureiro na Casa do Artesão ou perguntou direto para os funcionários?! Porque eu trabalho lá e acho importante a opinião dos clientes, então hoje (22/05/2013) fui procurar com nossos fornecedores pra gente receber mais rápido possível e constatei que tenho aqui alguns CDs dele sim. No mais, muito legal a resportagem, o MS precisa de mais cultura para todos!
 
Gabriel Pacheco em 22/05/2013 09:00:21
Muito bom, já comprei vários discos lá! Só que o CD do Marcelo Loureiro, tive que sair garimpando pela cidade. Parabéns pela matéria, sempre é bom informar sobre a cultura sul-mato-grossense. Abraços
 
Mariluci Rossi em 21/05/2013 18:30:32
Bom Dia, gostaria de lembrar a quem fez está reportagem maravilhosa a não se esqueçer
de mencionar que ainda está em atividade a gravadora dos Artistas regionais mencionados
nesta reportagem, que é a Panttanal Discos. estamos a disposição dos Artistas que tem a intenção de lançarem seu cd e dvd.


Edson Paz
Panttanal Discos
 
Edson da Paz Sisnando em 21/05/2013 08:38:34
imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.