A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

31/08/2017 21:38

Atraído pela causa indígena, Sakamoto critica jeito medíocre de espalhar notícia

Jornalista esteve na UFMS com a palestra 'Jornalismo em Tempos de Cólera – Ódio e Intolerância Nas Redes Sociais'

Lucas Arruda
Cerca de 100 pessoas compareceram à palestra (Foto: Debora Bah)Cerca de 100 pessoas compareceram à palestra (Foto: Debora Bah)

Na noite desta quinta-feira (31) o jornalista Leonardo Sakamoto esteve em Campo Grande para falar de 'Jornalismo em Tempos de Cólera – Ódio e Intolerância Nas Redes Sociais'. Ele é famoso por escrever sobre direitos humanos e política no Blog do Sakamoto, hospedado na Folha de São Paulo. Também cobriu conflitos armados em Timor Leste, Angola e no Paquistão, falando sobre desrespeito aos direitos humanos nesses países e no Brasil.

Após o convite para dar sua palestra, ele diz que ficou ainda mais interessado em vir pra cá por ter lido uma pesquisa da UFGD intitulada A Imprensa e o Poder relacionada à causa indígena. “Este é um assunto em que há muita disseminação de notícias falsas e destilação de ódio nas redes sociais”, declarou.

Durante a palestra no anfiteatro do curso de jornalismo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), ele criticou a qualidade do que nos informamos em tempos de redes sociais. Lembrou que muita gente não averigua a autenticidade do que está compartilhando em seu perfil, além de só consumir aquilo que interessa superficialmente, sem aprofundar no assunto além de não procurar outro tipo de assunto fora da sua 'bolha'.

“O conflito de ideias é o que faz evoluir nosso pensamento, tem que rolar esse debate para discutirmos nossas convicções”, frisou.

Ainda criticou o tipo de comentários que são proferidos na caixa de respostas das matérias veiculadas nos sites, já que hoje em dia muitas pessoas esquecem de ler e discutir o que foi lido nessas respostas e só sabem criticar umas às outras, não acrescentando em nada ao debate, como já aconteceu em diversas matérias publicadas pelo Lado B.

Sakamoto finalizou dizendo que não devemos nos calar quando vemos este tipo de comportamento nocivo nas redes sociais, que liberdade de expressão não é o mesmo que proliferara discurso de ódio. “Temos que ter dignidade no que estamos dizendo, não podemos publicar algo que fere o direito do próximo, isso é errado”, salientou.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.