ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 20º

Comportamento

Cansado do povo que detona o bairro, Cris tatuou "Nhanhá" no braço

O bairro que muita gente detona é o maior orgulho de Cris, que sonha com mais visibilidade à região

Por Adriano Fernandes e Jéssica Fernandes | 18/05/2022 21:59
Cris ostenta com orgulho a segunda tatuagem que fez com o nome do bairro. (Foto: Kísie Ainoã)
Cris ostenta com orgulho a segunda tatuagem que fez com o nome do bairro. (Foto: Kísie Ainoã)

Não é de hoje que os moradores da Vila Nhanhá sabem do carinho que o jovem Cris Robert de Oliveira, de 23 anos, sente pelo bairro. Tanto amor deu origem a uma ONG que até foi pauta aqui no Lado B, mas também está marcado na pele do líder comunitário.

Nesta quinta-feira (18), Cris fez a segunda tatuagem com o nome "Nhanhá" no antebraço. Uma forma dele provar que no bairro onde muita gente tem vergonha de morar, também tem quem se orgulhe. O jovem conta que entende a má fama da região, mas defende que o bairro não se resume à violência.

Jovem também tem tatuagem onde exibe o simbolo da ONG. (Foto: Kísie Ainoã)
Jovem também tem tatuagem onde exibe o simbolo da ONG. (Foto: Kísie Ainoã)








"Desde criança, ouço as pessoas falarem que tem vergonha até de dizer que moram aqui. Eu entendo que é por conta do tráfico de drogas, da violência, mas a Nhanhá não é só isso. Eu sempre quis ser a pessoa que levanta a bandeira do orgulho", comenta Cris, que vive na no bairro desde que nasceu.

Há dois anos, ele tatuou a logo do projeto que ele criou com o nome do bairro. Desta vez, o "Nhanhá" voltou a ser tatuado, mas ao lado de um coração. O local escolhido para a tatuagem é estratégico, para não deixar dúvida de que o Cris é um eterno defensor do bairro. Quem tatuou o desenho foi um tatuador que também era do bairro e a obra já foi parar até em página de humor no Instagram, o @20dopasseando.

"Todo mundo já fala que o bairro é ruim, que é violento, perigoso, então, eu quero falar do lado bom. Trazer visibilidade para o que ele tem de bom e colocar a Nhanhá no mapa da política pública", exalta o rapaz.

Confira mais sobre o Núcleo Humanitário da Nhanhá criado pelo Cris, clicando aqui. 

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias