A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

18/09/2018 08:13

Em Kombi reformada por eles, casal divide dicas e sonha em viajar pela Europa

Nome do veículo é uma homenagem às avós dos dois, que tem viajado o Estado por enquanto,junto de Pantera, a cadela do casal

Thaís Pimenta
Michely, Pantera e Ivo são a família do Aprendendo pelo Mundo, e trio inseparável. (foto: Acervo Pessoal)Michely, Pantera e Ivo são a família do Aprendendo pelo Mundo, e trio inseparável. (foto: Acervo Pessoal)

A paixão por carros antigos vem de muito tempo para o professor de educação física português Ivo Vicente. A esposa, Michely Prado, nasceu em Mato Grosso do Sul e, também professora de educação física, acabou acompanhando o sonho do marido e o ajudou a comprar uma Kombi Corujinha, modelo 1970. O nome escolhido para "batizar" o veículo foi RosAnAlice, uma homenagem as quatro avós do casal, e bisavós de Pantera, a vira-lata considerada filha dos dois que também é parceira de viagens.

Mesmo que a paixão pelos veículos old school não fosse dos dois, a vontade de conhecer o mundo juntos pulsava tanto no coração de Michely quanto no de Ivo. Não demorou muito para que eles unissem as duas coisas: de Kombi, ir mundão afora, em família, ao lado de Pantera. Assim surgiu o espaço no Instagram "Aprendendo pelo Mundo", há um ano, que acabou se desdobrando também em um canal no Youtube em que o casal divide como tem feito as reformas por conta própria na RosAnAlice.

"Compramos o veículo por R$ 23 mil. Ela está sendo projetada para viajar muito. Já transformamos muita coisa em sua área interna, já tem banco cama, frigobar, pia, fogão, cortina. Temos o porta pote, que é uma espécie de vaso sanitário químico,  a barraca que serve como um vestiário em que a montamos para poder colocar o sanitário la dentro nos se vestir. Outras utilidades, como mais armários e a caixa d'água precisam só ser instaladas", pontua Michely.

Tirando a parte mecânica da Kombi, como motor que exige certo nível de conhecimento, foram eles, especialmente Ivo, quem preparou o veículo. Com o mínimo de dinheiro possível, eles instalaram o revestimento interno com R$ 69,00, projetaram o banco cama com R$ 35,00, e dividem todas estas dicas no canal do Youtube.

"Nosso vídeo mais visto tem quase 9 mil visualizações, o do revestimento. A Kombi foi comprada crua, ou seja, não tinha nem tapete no chão, era direto na lataria. Projetamos o revestimento em madeira, o isolamento térmico, e a proposta é essa, ajudar as pessoas que tem o mesmo sonho que o nosso, morre de vontade de rodar por aí e acha que não pode fazer porque não tem possibilidade financeira", acrescenta o casal.

O casal tem se jogado nos estudos de projeto da RosAnAlice e também no estudo de produção audiovisual, porque assim como a maioria das pessoas eles não tinham a mínima noção de como filmar, como editar seus vídeos e muito menos de como funcionava o canal. Até os materiais eles precisaram comprar, um de cada vez, e hoje contam com uma GoPro e um drone.

Pantera é companheira do casal, foi resgatada há 1 ano e meio, e acompanha todas as aventura. (foto: Acervo Pessoal)Pantera é companheira do casal, foi resgatada há 1 ano e meio, e acompanha todas as aventura. (foto: Acervo Pessoal)

Eles cortam tudo que é preciso em casa, se arriscam na marcenaria, na serralheira, e contam com ajuda profissional quando sentem que precisam. O mecânico, por exemplo, renovou toda a parte motora do carro por R$ 4 mil.

A vontade é de, juntos, conhecerem todo o Brasil e, depois, partirem para a Europa. Só que de acordo com as contas, o casal poderia se jogar no sonho só a partir de 2020, ao menos é o que planejam.

Mas como alma de aventureiro não descansa, eles tem viajado sempre que podem dentro de Mato Grosso do Sul, e já rodaram 13 mil km pelos municípios de Bodoquena, Bonito, Jardim, Coxim, Ponta Porã, Paraguai, Pedro Juan, Jaraguari, Bandeirantes, São Gabriel e Rio Verde.

"É uma espécie de teste. Precisamos conhecer o veiculo para as grandes viagens. Planejamos gastar dois anos só no Brasil, então exige muito planejamento. Próximo ano vamos trabalhar para guardar dinheiro. Por enquanto, a kombi tem sido ótima e para confortável para nós dois", diz Ivo.

Pantera acompanha os pais em tudo e "não pode ver a porta da Kombi aberta que já pula pra dentro". A vira-lata foi resgatada, magra, há cerca de um ano e meio, quando todos esses sonhos começaram a fazer sentido para os dois. "E sonhamos sempre com ela junto". Gostou? Confira o Instagram do Aprendendo pelo Mundo e o canal do Youtube.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Por do sol de Corumbá numa das paradas do casal. (Foto; Acervo Pessoal)Por do sol de Corumbá numa das paradas do casal. (Foto; Acervo Pessoal)
Corujinha 1970 é desta cor mesmo, original. (foto: Acervo Pessoal)Corujinha 1970 é desta cor mesmo, original. (foto: Acervo Pessoal)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.