A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/01/2018 08:26

Exibindo moda e rotina familiar, irmãs faturam até R$ 20 mil por mês no Youtube

Thailla Torres
Fabiana e Poliana Landim, juntas tem mais R$ 1,5 milhões de inscritos no Youtube. Fabiana e Poliana Landim, juntas tem mais R$ 1,5 milhões de inscritos no Youtube.

Há dois anos, as irmãs Fabiana e Poliana investiram em vídeos no Youtube para falar de moda, brincadeiras e a rotina em família. Juntas, hoje elas reúnem mais de 1,5 milhões de inscritos em 2 canais. “Fabiana Landim” e “Poliana Landim” ganham hoje um salário que muita gente sonha em ter na vida adulta. “Não é um valor fixo, mas cada uma chega a ganhar R$ 10 mil por mês. É como o comércio, há os meses de alta e baixa no canal”, revela a mãe Ana Landim, de 45 anos.

Orgulhosa das filhas, a dona de casa é quem apoia as meninas que gravam, pelo menos, três vezes na semana. Fabiana tem 9 anos e ainda conta com ajuda da mãe para edição dos vídeos. Já Poliana, de 17 anos, paga um editor enquanto pensa na próxima gravação.

“Desde de julho ela investe numa edição mais trabalhada, cheia de detalhes, porque tem muita coisa para fazer e pouco tempo para editar”, justifica a mãe.

Com o “dinheirão” que as duas faturam, enquanto Fabiana compra os mimos de menina, Poliana já planeja passar um tempo fora do País. “Antes, eu comprava aquelas coisinhas que adolescente sonha em comprar. Agora, estou guardando para fazer minha festa de 18 anos neste mês e também minha viagem para Nova Iorque, em agosto”, diz a adolescente.

Quando tudo começou, as irmãs só fizeram o primeiro vídeo pelo sonho de Fabiana que já era uma apaixonada pelo youtubers. “Ela estava sempre assistindo e eu fui perguntar o que estava fazendo. Sempre deixei porque nunca vi maldade no Youtube, afinal, estava sempre ao lado dela e participando dos conteúdos que ela via”, lembra a mãe.

De repente, Poliana resolveu fazer vídeos ao lado da irmã e viu a rotina da família ganhar views e prestígio que ela não imaginava. “No começo, a gente tinha apenas 100 visualizações e nos primeiros 6 meses não ganhamos nenhum dinheiro”, diz Poliana. Mas no primeiro ano, veio o faturamento. “No início era de R$ 100,00 a R$ 500,00”, completa.

O segredo do sucesso, Poliana acredita que está no jeito divertido em falar determinados assuntos, principalmente, quando está com os amigos ou ao lado da irmã. “Muitas pessoas falam da nossa relação. Eu conheço meninas da minha idade que mal falam com a irmã mais nova e a nossa diferença de idade nunca importou. Eu e a Fabiana somos muito parceiras, uma torce pela outra”.

Para a mãe, o número de fãs e comentários diários são reflexos de uma relação que faz falta. “A gente vê que a irmã mais velha é o espelho para a mais nova. E essa relação bonita entre as duas só fortalece a importância da família. Vejo muito isso nos comentários, gente dizendo que sonha que o irmão mais velho dê atenção”.

É claro que há dias que nem tudo são flores. “Também agimos como irmãs e brigamos de vez em quando, mas em questão de minutos está tudo bem”, afirma Poliana.

Agora, as meninas sonham em continuar investindo no canal e chegar a 1 milhão de inscritos, cada. “Esse é o nosso sonho. Não vamos desistir”.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Familia reunida. (Foto: Arquivo Pessoal)Familia reunida. (Foto: Arquivo Pessoal)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.