ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 21º

Comportamento

Festinha que começou com refri virou tradição e jogo entre amigos

Renan e Whadson fazem anivesário em janeiro; desde 2008 jogam bola, que virou rivalidade, e fazem churrascão para comemoar a data

Por Lucas Mamédio | 09/01/2021 07:50
Primeiro jogo realizado em 2021 (Foto: Arquivo Pessoal)
Primeiro jogo realizado em 2021 (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma brincadeira de guri que virou tradição. Uma turma em Itaquiraí, a 404 quilômetros de Campo Grande, jogou nesta semana mais uma edição do clássico “Amigos de Renan” x “Amigos de Seção”.

O jogo já tem 14 anos de história e começou como uma reunião despretensiosa de amigos, que perdurou ao longo do tempo graças à magia do futebol e a força da amizade.

Renan Tramontina, de 28 anos, e Whadson Julio Oliveira, conhecido por todos como “Secão”, de 29, formam a dupla que começou essa história. Os dois fazem aniversário do começo do ano: Seção dia 2 e Renan dia 4 de janeiro.

Disputa no ano de 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)
Disputa no ano de 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)

O aniversário de 15 anos foi o marco inicial do derby. “Esse era um período de férias pra maioria dos nossos amigos, alguns que já tinham até saído de Itaquiraí, então resolvemos unir todo mundo que tava passando férias lá e fazer um jogo com churrasco e refrigerante”, conta Renan.

E era muito refrigerante mesmo, cerca de 18 fardos. Apesar de muito amigos, cada um escolheu os jogadores de seus times, para o jogo que antecedeu o churrasco. Melhor para Whadson, vencedor do primeiro jogo.

Desde então, isso em 2008, os jogos são realizados religiosamente todo ano. O refrigerante foi substituído pela cerveja e o patrocínio dos pais parou de existir, já que todo mundo trabalha hoje em dia.

“Conforme tempo passou a rivalidade foi aumentando e todo mundo da cidade já conhece o nosso jogo”.

Whadson e Renan em jogo (Foto: Arquivo Pessoal)
Whadson e Renan em jogo (Foto: Arquivo Pessoal)

Um fato que contribuiu para essa “fama” foi o jogo de aniversário de 18 anos. Um terceiro amigo, conhecido como Evinho, entrou para a brincadeira, porque também  faz aniversário no começo do ano.

“Ele era muito conhecido também é saiu chamando gente, é mais gente, quando vimos tinha mais de 100 pessoas na chácara”, conta Renan se referindo á chácara do pai dele, onde fica o campo e onde acontece o churrasco depois.

As estáticas do jogo é um ponto de “divergência” entre os dois, e de gozação ao mesmo tempo. Renan admite que perdeu mais, porém afirma que nos últimos 5 anos foi o vencedor. Informação contestada por Whadson.

“Cuidado que ele mente, tá!? (risos). De tudo ele ganhou umas duas vezes só. O resto ou foi empate ou eu ganhei”,

Para o ano que vem, quando o jogo completará 15 anos, os dois pensam em fazer uma edição especial. “Ao longo do tempo os amigos foram mudando, os times também, então gostaríamos de tentar juntar todo mundo que faz parte dessa história pra jogar”, explica Renan.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Jogo no ano de 2019 (Foto: Arquivo Pessoal)
Jogo no ano de 2019 (Foto: Arquivo Pessoal)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário