A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

25/12/2016 08:09

Tradição, família usa da criatividade em cartão de Natal para distribuir amor

Thailla Torres
Esse é o cartão  de 2016, onde a família deseja um Natal cheio de amor e alegria. (Foto: Paula Marciano)Esse é o cartão de 2016, onde a família deseja um Natal cheio de amor e alegria. (Foto: Paula Marciano)

Com advento da internet, alguns até  imaginam que a tradição no envio de cartões de Natal se perdeu, mas para a família do casal Paulo e Sandra ele continua sendo distribuído. Há 11 anos, eles e as filhas, Flávia, Bruna e Paula, fazem uma fotografia de Natal para enviar aos amigos distantes como gesto de carinho, para semear o amor e a esperança nesse dia tão especial.

A ideia começou lá atrás, quando o pai, Paulo de Tarso Rezende, hoje com 60 anos, enviava fotografia das filhas para as pessoas próximas, sempre com uma mensagem de Natal. Ele diz que não sabe como surgiu a vontade, mas acredita na importância de manifestar o carinho, mesmo que seja por e-mail, como é feito desde 2003, quando a família veio de Presidente Epitácio (SP) para Campo Grande.

"Surgiu do nada, no ano que a gente chegou. Já existia internet naquele tempo, eu tive a ideia de tirar uma foto e escrever as felicitações", recorda Paulo.

Ano passado, a inspiração veio das Olimpíadas, para desejar um feliz natal. (Foto: Arquivo Pessoal)Ano passado, a inspiração veio das Olimpíadas, para desejar um feliz natal. (Foto: Arquivo Pessoal)

A mãe, Sandra Hill Rezende, de 56 anos, recorda que a inspiração para toda alegria e vontade de compartilhar união da família, veio da mãe, que sempre manteve firme a celebração de Natal.

"Minha mãe sempre incentivou muito e, por isso, Natal sempre foi muito importante, principalmente, depois que as filhas nasceram. Hoje as pessoas cobram o cartão e a gente percebe que ele acaba tendo algum significado para essas pessoas", diz. 

De um jeito simples e usando a criatividade, a família transborda alegria todos os anos. "No começo, eram para poucas pessoas, depois fomos mandando para amigos. Hoje, quando o cartão não chega, muitos entram em contato na expectativa", conta.

E não pense que a foto é feita de qualquer jeito. Pais e filhas contribuem com ideias para que o cartão surpreenda no carinho e na criatividade. Em algumas edições, ele foi temático, inspirado nas Olimpíadas e até nas noites de gala. Já para 2016, a produção foi maior, Sandra mandou confeccionar camisetas divertidas e com temas de Natal, o que rendeu uma fotografia linda, que mais uma vez, vai ficar para sempre no coração da família.

 

Cartão de 2007 foi curtindo o verão. (Foto: Arquivo Pessoal)Cartão de 2007 foi curtindo o verão. (Foto: Arquivo Pessoal)
Cartão de 2013. (Foto: Arquivo Pessoal)Cartão de 2013. (Foto: Arquivo Pessoal)
Em 2012 também não faltou criatividade para  a família. (Foto: Arquivo Pessoal)Em 2012 também não faltou criatividade para a família. (Foto: Arquivo Pessoal)

E a expectativa é grande entre amigos que já estão acostumados a receber o cartão por e-mail. Paulo descreve com muita a gratidão quando vê a resposta de felicidade por esse momento. "Isso criou uma expectativa nas pessoas que ninguém imaginava. As pessoas perguntam quando é que o cartão vai chegar. Outro dia um amigo inglês mandou dizendo que não havia recebido a foto de todos os anos. Depois outra amiga compartilhou o agradecimento pela mensagem. Sinto que devagarinho a gente consegue ir propagando isso", descreve. 

Uma das respostas carinhosas, Paulo faz questão de mostrar. "Parabéns, conquistar essa foto todo final de ano é sinal de união e agregação. Sabemos da luta que é juntar, unir e agregar a família em todos os aspectos. Continue assim, trazendo, ouvindo e amando. Vocês inspiram novas gerações", diz a mensagem em um dos email-s. 

Para Sandra, o cartões inspiram a família que acredita na contribuição de um Natal feliz para as pessoas. "É simples, mas eu penso que é uma forma das pessoas receberem uma mensagem bonita. E desejar que o próximo ano seja de muito amor e união. Principalmente que as pessoas pensem no próximo, nos mais velhos e não deixem de lado o carinho. E ter um gesto como esse é também mostrar a união da família", reflete. 

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.