ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Sabor

Criativas, mãe e filha unem arte e sabor para fazer produtos natalinos

Enquanto uma faz produtos artesanais caprichados nos detalhes, a outra faz docinhos especiais

Por Cassia Modena | 28/11/2023 07:47
Mesa de arte e sabor criada pelas duas (Fotos: Divulgação/Malu Thomé e Doce Traço)
Mesa de arte e sabor criada pelas duas (Fotos: Divulgação/Malu Thomé e Doce Traço)

Nas semanas que antecedem o Natal, Malu Thomé, 55, e a filha Vitória Malulei, 27, se unem para criar produtos que deixam tudo mais bonito e mais gostoso. Ela confecciona bonecas de pano, embalagens e lembranças diversas, enquanto a parceira capricha em doces especiais para vendas em Campo Grande.

Malu Thomé é também o nome do ateliê onde a mãe produz e dá aulas para quem quer aprender artesanato desde 2016. Já a doceria da filha é a Doce Traço. As duas trabalham juntas, em casa.

O resultado do trabalho conjunto é primoroso e criativo. Com o toque artístico e sabores diferentes, bolachas caseiras ou minipanetones viram opções de presentes bem legais.

Vitória e Malu, juntinhas
Vitória e Malu, juntinhas

Malucats - Na semana passada, a artesã e professora fez um bazar natalino com a participação das alunas para celebrar a confiança no ensino e expor várias peças feitas cuidadosamente pelo grupo. O espírito natalino já está no ar.

"Não é só uma relação de dar aulas em casa. Tem algumas que estão há muitos anos sendo minha alunas. É uma parceria muito bonita. Até chamo carinhosamente de 'malucats'", conta Malu.

Se dedicar ao ateliê só ficou difícil para a artesã durante o período de luto pela perda do marido e da mãe, mas a arte que ela faz acabou devolvendo a cor às coisas.

Entre bonecas e personagens natalinos
Entre bonecas e personagens natalinos
"Malucats" animadas no último bazar
"Malucats" animadas no último bazar

Tudo começou quando se formou em Artes Visuais e passou a dar aulas para crianças. Depois, virou membro do Centro de Arte Viva. Ela equilibrou isso à criação de outras duas filhas, além de Vitória. Quando comprou uma pequena máquina de costura, veio a paixão pelas bonecas de pano e o aprimoramento da técnica.

Ela garante que muitos anos de prática e de estudo, a permitem criar peças com qualidade e durabilidade. "Não uso cola, faço pontos invisíveis com costura. É um procedimento diferenciado, com zelo", descreve.

Mudança - Já para Vitória, a Doce Traço representa um chamado que foi tomando conta. Ela gosta da confeitaria desde a época do Ensino Médio, quando vendia alfajor para os colegas.

Alguns dos produtos natalinos da loja da Vitória
Alguns dos produtos natalinos da loja da Vitória

Depois, formou-se em Arquitetura e Urbanismo. Chegou a trabalhar um tempo na área, ainda confeitando paralelamente.

Até que chegou um momento em que a Doce Traço virou sua decisão. Criou um cardápio de alfajor, pão de mel, bolos e bolachas decoradas delicadamente. Tudo apresentado como arte. "São mais do que simples docinhos. Tem também essa preocupação com a paleta de cores e trazer coisas diferentes, como o melado e o glacê", explica.

Mais produtos da Doce Traço podem ser vistos aqui. E os da Malu Thomé, aqui.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Siga o Lado B no WhatsApp, um canal para quebrar a rotina do jornalismo de MS! Clique aqui para acessar o canal do Lado B.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).


Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias