ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 13º

Sabor

Proprietário cria varanda de café em homenagem a Graciliano Ramos

Toda decoração do local é inspirada no autor de Vidas Secas e na cultura brasileira

Por Bárbara Cavalcanti | 08/05/2021 07:33
Varanda charmosa do Graciliano traz experiência gastrômica em homenagem ao autor nordestino (Foto: Kísie Aionã)
Varanda charmosa do Graciliano traz experiência gastrômica em homenagem ao autor nordestino (Foto: Kísie Aionã)

Num cantinho escondido no bairro Jardim dos Estados, o restaurante Graciliano é um dos lugares disponíveis para comer. Mas além disso, o lugar traz em sua decoração uma homenagem ao escritor Graciliano Ramos e toda cultura brasileira.

O proprietário é o campo-grandense Hugo Borges. Além da inspiração principal ser o autor nordestino, Hugo também quis exaltar aspectos da cultura brasileira em geral. “O restaurante tem uma playlist no Spotify que vários clientes seguem, só com MPB. Pelas paredes, quis colocar não apenas frases do Graciliano, como também de outros, como Clarice Lispector. O objetivo todo é essa homenagem à ele e à cultura brasileira”, explica.

Nas paredes, trechos de obras de Graciliano Ramos dominam. A decoração é aconchegante, em tons beges e mobiliário mais rústico, além de elementos como luminárias com luzes mais quentes e livros de apoio. Hugo decorou tudo com a esposa Ana Paula Andrade, sem ajuda de decorador. No cardápio, a aposta é em pratos simples, caseiros e tradicionais brasileiros. Todo sábado é dia de feijoada.

Por toda parte, frases de Graciliano Ramos decoram o restaurante. (Foto: Kísie Aionã)
Por toda parte, frases de Graciliano Ramos decoram o restaurante. (Foto: Kísie Aionã)


Citação de Clarice Lispector também decora o ambiente e integra inspiração da literatura brasileira. (Foto: Kísie Aionã)
Citação de Clarice Lispector também decora o ambiente e integra inspiração da literatura brasileira. (Foto: Kísie Aionã)

A ideia de empreender homenageando a cultura brasileira sempre foi presente nos planos de Hugo. Em 2013, ele se aventurou pela Europa quando fez um intercâmbio para a Irlanda.

“Eu terminei o curso de Direito na época, mas não era isso que eu queria. Durante um tempo eu trabalhei, juntei uma grana e pesquisei países em que eu pudesse ter o visto de estudante para apreender inglês e trabalhar ao mesmo tempo. A Irlanda tinha essa opção, então foi para lá que eu fui”, recorda. “Naquela época eu consegui um emprego em um hostel. Combinei com o dono de servir churrasco brasileiro para os estrangeiros e fez muito sucesso. O prato que conquistava todo mundo era coração de galinha, que na Irlanda eu conseguia achar em açougues poloneses. Eles ficavam chocados que logo o coração da galinha podia ser tão boa”.

Hugo Borges quer que as pessoas aproveitem o ambiente, além da comida boa. (Foto: Kísie Aionã)
Hugo Borges quer que as pessoas aproveitem o ambiente, além da comida boa. (Foto: Kísie Aionã)

Quando voltou ao Brasil, chegou de ficar fora de Campo Grande por um tempo, mas agora está de volta de vez, casado e com um filho. A família também faz parte do restaurante. A irmã de Hugo, Natalia Borges, é a chefe de cozinha. E na decoração também tem detalhe da família. Uma das paredes, cobertas do que parecem ser folhas de jornal, eram de um livro do pai de Hugo. “Esse livro que meu pai me deu já estava bem desgastado, então eu quis reaproveitar. É bem legal, pois conta histórias de acontecimentos da história como se fossem notícia de jornal”, detalha.

Páginas de um livro antigo do pai de Hugo foram reaproveitadas para criar uma parede criativa. (Foto: Kísie Aionã)
Páginas de um livro antigo do pai de Hugo foram reaproveitadas para criar uma parede criativa. (Foto: Kísie Aionã)


Em 2019 foi a inauguração do Graciliano e logo em seguida, como todos os estabelecimentos gastronômicos, teve de se reinventar com a pandemia. Hoje, de acordo com as normas, o buffet está reaberto e é possível consumo local. Ele enfatiza a experiência além da gastronomia. “Eu quero que as pessoas se sintam à vontade e que gostem de estar aqui, para comer, mas também para sentar com o computador e trabalhar enquanto tomam um café, se quiserem”, detalha.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário