ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Inmet renova alerta de chuvas intensas para 24 cidades de MS

Para evitar tragédias, em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores

Por Viviane Oliveira | 23/02/2024 11:27
Alerta de cor laranja indica chuvas intensas para 24 cidades (Foto: reprodução / Inmet)
Alerta de cor laranja indica chuvas intensas para 24 cidades (Foto: reprodução / Inmet)

Nesta sexta-feira (23), o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) colocou 24 cidades em alerta para chuvas intensas com precipitação de 30 a 100 mm (milímetros) e ventos intensos (de 60 a 100 km/h). Há risco de corte de energia, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. O aviso, de cor laranja (perigo potencial), vai até as 9h de amanhã.

Para evitar tragédias, em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, não estacione veículos próximo a torres de transmissão e placas de propaganda. Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

As cidades que estão sob alerta são: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), as instabilidades atmosféricas ocorrem devido a disponibilidade de calor e umidade, aliado a passagem de cavados. Em relação às temperaturas, estarão em gradativa elevação entre o final de semana e a próxima semana, podendo ultrapassar os 35°C, principalmente na região do bolsão (Paranaíba e Três Lagoas).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias