ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Meio Ambiente

Laudo atesta limpeza de lago no Damha, após vereador dizer que estava poluído

Análise constatou “a não existência de lançamento clandestinos ou ilegais dentro do Residencial Damha 1”

Por Anahi Zurutuza | 14/08/2020 14:25
Lago no Residencial Damha 1 em foto divulgada em anúncio de venda de casa (Foto: Imobiliária Redentora)
Lago no Residencial Damha 1 em foto divulgada em anúncio de venda de casa (Foto: Imobiliária Redentora)

Depois que o vereador Vinicius Siqueira (PSL) afirmar em vídeo que o lago do Parque Residencial Damha 1 estava poluído por esgoto despejado na nascente do Córrego Legeado, a associação de moradores pediu que a qualidade da água fosse investigada. Laudo assinado pela empresa Sanágua Soluções Ambientais constatou a limpeza da água.

Conforme o atestado, o exame teve como objetivo “verificar a existência de despejos ilegais de efluentes”. Foram coletadas amostras em nove pontos e feitos análises para detectar a existência de bactérias Escherichia coli e coliformes totais  (fezes), além de testes para verificar a DBO (Demanda Biológica de Oxigênio) e DQO (Demanda Química de Oxigênio) e a presença de fósforo, nitrato, nitrito, nitrogênio total e oxigênio dissolvido.

Segundo a Sanágua, “todos são indicativos da presença de efluentes domésticos e sanitários nas águas superficiais”.

O laudo constatou “a não existência de lançamento clandestinos ou ilegais dentro do Residencial Damha 1”.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O vereador havia afirmado que a água do lago estava poluída em vídeo da chamada “Operação Esgoto”, postado na página de Vinicius Siqueira no Facebook no dia 27 de julho. Na gravação, o parlamentar afirma que a nascente do Córrego Lageado, que abastece o lago do Damha, estava recebendo dejetos que deveriam ser tratados. “Sim, por incrível que pareça, esse belo lago onde as pessoas pescam no fim de semana, tomam sol, está contaminado com esgoto”, disse o vereador.

Ele completou afirmando que esgoto, sem tratamento, está sendo despejado em diversos pontos da cidade.