ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 19º

Meio Ambiente

Umidade do ar pode chegar a 12% na Capital e em mais 45 municípios de MS

Inmet emitiu três avisos para Mato Grosso do Sul, dois deles de nível 3 na escala de 1 a 4 em grau de severidade

Por Jones Mário | 05/08/2020 13:31
Poeira sobe após passagem de caminhão em estrada vicinal de Campo Grande (Foto: Silas Lima)
Poeira sobe após passagem de caminhão em estrada vicinal de Campo Grande (Foto: Silas Lima)

Mato Grosso do Sul está sob três alertas do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) nesta quarta-feira (5). Dois dos avisos preveem umidade relativa do ar entre 12% e 20% em 46 municípios do Estado.

Os dois alertas são de perigo, nível 3 em uma escala de 1 a 4 em grau de severidade. Os avisos seguem até o fim da tarde de hoje.

O Inmet fala em risco de incêndios florestais e à saúde, com ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz. O instituto recomenda ingerir bastante líquido, evitar desgaste físico e exposição ao sol nas horas mais quentes e secas do dia, uso de hidratante para pele e umidificação do ambiente.

Os avisos mais graves atingem praticamente todas as porções central, norte e oeste do Estado, além de parte da região leste.

Além de Campo Grande, os municípios na faixa de alerta de perigo são: Água Clara, Alcinópolis, Anastácio, Aquidauana, Bandeirantes, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Inocência, Jaraguari, Jardim, Ladário, Maracaju, Miranda, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, São Gabriel do Oeste, Terenos e Três Lagoas.

O terceiro aviso é de perigo potencial, de nível 2 em grau de severidade. A previsão nos municípios dessa faixa é de umidade relativa do ar entre 20% e 30%.

O alerta serve para as cidades de Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Batayporã, Caarapó, Caracol, Deodápolis, Douradina, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Ivinhema, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Naviraí, Novo Horizonte do Sul, Nova Andradina, Taquarussu e Vicentina.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o ideal à saúde humana é que a umidade do ar fique acima de 60%.

Problemas causados pelo tempo seco podem ser relatados à Defesa Civil (telefone 199) ou ao Corpo de Bombeiros (193).