A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/12/2017 15:56

Bancada de MS garante R$ 28 milhões para renovação da frota da PRF

Diretor da PRF vem a Campo Grande garantir empenho de parlamentares na busca por recursos federais; dinheiro será usado para reduzir em 80% o deficit de veículos da corporação

Humberto Marques
Integrantes da bancada federal receberam homenagem da PRF (Foto: Divulgação)Integrantes da bancada federal receberam homenagem da PRF (Foto: Divulgação)

O diretor da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Renato Borges Dias, agradeceu nesta sexta-feira (1º) em Campo Grande o apoio da bancada federal de Mato Grosso do Sul em Brasília pelo empenho na viabilização de R$ 28 milhões para a corporação, que serão usados na compra de novas viaturas. A intenção com os valores é renovar a frota da PRF, que está defasada.

“Vim pessoalmente aqui em Campo Grande destacar o bom trabalho da polícia no Estado. Mato Grosso do Sul é o recordista em apreensão de drogas. A polícia daqui tem sido bastante combativa apesar da falta de efetivo”, disse o diretor da PRF. Segundo ele, ainda neste ano serão adquiridas 200 viaturas, e outras 600 serão compradas no ano que vem. Com isso, espera-se reduzir em 80% o deficit da PRF em relação a viaturas no Brasil.

“A atuação da bancada federal de Mato Grosso do Sul foi de extrema importância. Com a ajuda do senador Pedro Chaves e dos outros integrantes, conseguimos converter esses valores em crédito suplementar. Ontem [quinta-feira], esse dinheiro já foi creditado”, afirmou o diretor.

Os recursos haviam sido destinados por emendas orçamentárias, mas não estavam autorizados pela Casa Civil. No encontro, o diretor também pediu ajuda dos parlamentares federais na liberação de R$ 100 milhões para melhoria na infraestrutura da PRF.

Empenho – Titular na Comissão Mista de Orçamento, o senador Pedro Chaves (PSC) se comprometeu a dar o apoio necessário para que a PRF aumente o combate ao crime organizado, em especial na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai –rota muito usada para o contrabando e tráfico de drogas.

“O trabalho da PRF tem sido extremamente importante para coibir o crime organizado em todo o território nacional. Temos feito grande esforço para conseguirmos os recursos necessários no sentido de equipar e estruturar essa força policial no nosso Estado. Até porque, não adianta combater o problema da droga nos morros do Rio [de Janeiro] e de grandes centros, se não blindarmos as nossas fronteiras”, destacou o senador.

Hoje, o efetivo da PRF é de 10.300 homens, que têm a missão patrulhar mais de 70 mil quilômetros de rodovias federais e combater crimes como contrabando, tráfico de armas e drogas, exploração sexual e outros. Na região de fronteira a situação é considera mais crítica: são 23.102 quilômetros, fiscalizados por 2 mil agentes – das 400 unidades operacionais da PRF, 99 estão na fronteira.

Além de Chaves, o senador Waldemir Moka (PMDB) e Os deputados federais Vander Loubet (PT), Mandetta (DEM), Carlos Marun (PMDB) e Dagoberto Nogueira Filho (PDT) participaram da reunião.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions