A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/09/2016 07:26

A 27 dias da eleição, candidatos apostam em caminhadas e reuniões

Helio de Freitas, de Dourados

Os candidatos a prefeito de Dourados, município a 233 km de Campo Grande, intensificam o corpo a corpo na disputa pelo voto dos 152 mil eleitores douradenses faltando 27 dias para a votação.

Hoje (5), o candidato do PSDB Geraldo Resende se reúne com trabalhadores da empresa Quimiplast, às 7h30 leva suas propostas aos trabalhadores do Supermercado Abevê Shopping e às 9h grava programa para o horário eleitoral gratuito.

No período da tarde, Geraldo se reúne às 13h com trabalhadores do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), às 15h o tucano participa de caminhada no Jardim Canaã III, às 17h20 se reúne com trabalhadores da empresa Espaço Saúde Farmácia e às 18h30 apresenta suas propostas aos moradores do Parque das Nações I.

Renato Câmara – O candidato do PMDB visita lideranças no período da manhã e depois grava programa para o horário eleitoral gratuito. Às 15h, Renato faz caminhada em local não informado pela assessoria.

Às 18h30, o peemedebista se reúne com moradores do Jardim João Paulo II e às 20h participa de reunião na Sitioca Campo Belo.

Délia Razuk – Como na segunda-feira a candidata do PR se dedica à sessão semanal da Câmara de Vereadores, a agenda diária de campanha fica a cargo do candidato a vice-prefeito Marisvaldo Zeuli (PPS).

Ele se reúne agora de manhã com empresários e comerciantes da região central e às 9h30 se encontra com produtores de leite da Linha do Potreirito. À noite, Délia e Marisvaldo se reúnem com representantes dos partidos aliados.

Os outros dois candidatos a prefeito de Dourados – Wanderlei Carneiro (PP) e Ênio Ribeiro (Psol) não divulgaram a agenda de campanha.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions