A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

07/10/2018 21:11

Ambos do PSL, mais votados para Assembleia Legislativa comemoram apoio

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Ambos do PSL, mais votados para Assembleia Legislativa comemoram apoio
Capitão Renan Contar, candidato eleito com a maior votação para a Assembleia (Foto: Kísie Ainoã)Capitão Renan Contar, candidato eleito com a maior votação para a Assembleia (Foto: Kísie Ainoã)
Coronel David, que teve a segunda maior votação para o Legislativo estadual (Foto: Kísie Ainoã)Coronel David, que teve a segunda maior votação para o Legislativo estadual (Foto: Kísie Ainoã)

Os dois candidatos mais votados, Renan Contar (PSL) e o coronel Carlos Alberto David dos Santos (PSL), além de Lidio Lopes (Patriotas), que também garantir vaga na Assembleia Legislativa, foram á sede do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) para acompanha o fim da apuração dos votos e comemorar.

Capitão do Exército Brasileiro, Contar teve 77.802 votos (6,12% do total dos válidos, com 99,03% das urnas apuradas) e se diz surpreendido com a votação expressiva. “Minha campanha foi de voluntários, sem ajuda de dinheiro público e muito menos com dinheiro de partido, com estrutura bem menor que dos meus adversários”, comentou.

Integrante do partido de Jair Bolsonaro, o capitão não nega que ser da legenda do candidato mais votado para a Presidência o ajudou. “Foi a onda de combate à corrupção que está acontecendo não só aqui, mas em todo o Brasil”.

Contar disse que as suas principais bandeiras são “a segurança pública e a defesa de uma educação rígida sem ideologia nas escolas”.

Coronel David teve a segunda maior votação – 45.903 votos, 3,58% do total – e também comemorou a quantidade de eleitores que confiaram nele. “Na última eleição fiquei de suplente, assumi por pouco tempo e agora fui o segundo mais votado. O grande responsável por isso é a população de Mato Grosso do Sul”.

Visivelmente emocionado, ele agradeceu também os votos para outros candidatos do PSL. “Muita gente não acreditava e nosso partido cresceu muito em todo o país e também em Mato Grosso do Sul, tanto que além da votação expressiva para o Bolsonaro, conseguimos fazer os deputados estaduais mais votados, dois deputados federais, mostrando a nossa força e grandeza. Hoje é dia de consagração”.

David, que já comandou a PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), disse que será atuante no quesito segurança pública. “Vou honrar cada voto que eu tive”, concluiu a entrevista.

3º mandato - Lidio Lopes, eleito com 27.877 votos (2,17%), também esteve no TRE-MS e disse que teve votação acima do esperado. “A campanha foi muito difícil, principalmente em relação à onda Bolsonaro, vários candidatos tiveram votações expressivas, muitos candidatos com estrutura muito maior que a minha e mesmo assim fiquei entre os mais votados”.

Lopes ocupará cadeira na Assembleia pela 3ª vez e afirma que continuará com mandato focado nos “projetos sociais, no trabalho com dependentes químicos e na defesa da família”.

Confira a lista dos 24 eleitos aqui.

Lidio Lopes foi eleito para o 3º mandato como deputado estadual (Foto: Kísie Ainoã)Lidio Lopes foi eleito para o 3º mandato como deputado estadual (Foto: Kísie Ainoã)
Ambos do PSL, mais votados para Assembleia Legislativa comemoram apoio


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions