A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

26/10/2015 11:15

André diz que candidato deve ser experiente, mas ter "cara de novo"

Leonardo Rocha
Puccinelli diz que o partido vai encontrar o candidato certo para Campo Grande (Foto: Leonardo Rocha)Puccinelli diz que o partido vai encontrar o candidato certo para Campo Grande (Foto: Leonardo Rocha)
Senador Waldemir Moka disse que é cedo para definir nome (Foto: Leonardo Rocha)Senador Waldemir Moka disse que é cedo para definir nome (Foto: Leonardo Rocha)

O ex-governador André Puccinelli voltou a negar que seja candidato a prefeito de Campo Grande, em 2016. Ele ressaltou que o partido vai encontrar um bom nome e que este precisa atender as exigências da população, sendo um quadro experiente e preparado para o cargo.

"Vamos encontrar um bom candidato para batalhar em Campo Grande, ele precisa ser competente, correto, experiente e ter cara de novo", disse o peemedebista, durante a convenção estadual do PMDB, nesta manhã (26), na sede do partido.

Puccinelli explicou que se fala em "mudança" desde sua candidatura a prefeito em 1996, que assim seguiu durante as demais eleições. "Em todas (eleições) falam de mudança, até na que tivemos continuidade, o importante é saber se esta vai dar certo ou errado, mas o povo depois lá na frente decide se vai corrigir", ressaltou.

O presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi, afirmou que ainda é cedo para "cravar um nome" na Capital, já que até o momento nenhum partido confirmou candidato. "Não vamos ser os primeiros". Sobre o impasse com Marquinhos Trad (PMDB), disse que não houve novidades.

"Deixamos livre para ele decidir se vai sair da legenda ou se pretende ficar e tentar ser candidato. Para isto deve nos comunicar e conversar sobre o assunto". Para o deputado federal Carlos Marun (PMDB) o escolhido deve unir o partido e contar a verdade para população.

"Não adianta prometer o que não pode cumprir, o PMDB tem um grande legado em Campo Grande e vamos defender nosso candidato para colocar a cidade de novo no ritmo do crescimento".

Marun reconheceu que colocou o nome a disposição, caso o partido decida por sua candidatura. "Tenho uma agenda equilibrada em Campo Grande, interior e Brasília, mas o partido que decide, se escolher outro nome, vou apoiar e ajudar no que for preciso".

Para o senador Waldemir Moka (PMDB) ainda é muito cedo para esta definição e que Campo Grande possui lideranças, mas que ainda não está no momento. "Já apontar um nome agora, vai servir apenas para queimar o escolhido".

Mochi tinha declarado que trabalhava com quatro nomes: os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet, além dos deputados Marquinhos Trad e Carlos Marun. Os dois primeiros disseram que não têm a intenção de serem candidatos, já o terceiro não sabe se fica na legenda. "Não é uma lista fechada, pode ter novidades".




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions