A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

10/09/2009 13:45

Após escândalo, Tetila quer disputar vaga na Assembleia

Redação

A operação Owari, que denunciou fraudes na prefeitura de Dourados, não abalou os planos políticos do ex-prefeito Laerte Tetila. Hoje, durante festa do PT na Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), Tetila declarou que quer se candidato a deputado estadual no ano que vem.

O ex-prefeito salienta que Dourados tem apenas um representante na Assembleia Legislativa, mas, no passado, chegou a eleger cinco deputados estaduais. Com 16 anos de vida pública, Tetila conta que, atualmente, se dedica a dar palestras.

Sobre a operação Owari, realizada em julho pela PF (Polícia Federal), Tetila rebateu que não foi denunciado pelo MPE (Ministério Público Estadual). Durante a operação Owari (ponto final em japonês), a PF prendeu André Tetila, filho do ex-prefeito.

Conforme a investigação, André Tetila foi o articulador do arrendamento do hospital Santa Rosa, propriedade do grupo Uemura, apontado como articulador das fraudes, à prefeitura de Dourados em 2007.

A prefeitura arrendou o hospital por R$ 100 mil por mês e transformou o local em Hospital da Mulher. Segundo a PF, após a negociação a organização de Uemura passou a pagar propina de R$ 6 mil por mês a André Tetila.

Dobro

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions