A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

16/10/2015 09:43

Após festa e defesa de Cunha, Marun ganha vaga no Conselho de Ética

Aline dos Santos
Marun fez manifestações públicas em defesa do presidente da Câmara Federal. (Foto: Arquivo)Marun fez manifestações públicas em defesa do presidente da Câmara Federal. (Foto: Arquivo)

Após manifestações públicas de defesa do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), o deputado federal Carlos Marun (PMDB) foi “premiado” nesta semana com indicação para o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, que vai avaliar pedido de cassação de Cunha.

De acordo com o Conselho de Ética, o ingresso de Marun e do deputado Manoel Júnior (PMDB/PB) foi na última quarta-feira (dia 14). Os deputados entraram como suplentes e, seguindo rito da Câmara, foram indicados pelo presidente do partido. O reforço dos dois parlamentares seria estratégico para blindar Cunha.

Marun e Eduardo Cunha mantêm boas relações. No mês passado, o deputado de Mato Grosso do Sul organizou festa para comemorar os 57 anos do presidente da Câmara Federal.

Conforme a Revista Época, na ocasião, o empenho de Marun foi notado pelos colegas, que sugeriram que ele fosse indicado a ministro “dos Grandes Eventos”. A festa em um restaurante foi paga com “vaquinha”, mas o organizador teve que pagar diferença de R$ 800.

No dia 14, mesma data da indicação ao Conselho de Ética, Marun foi voz solitária em defesa de Cunha. "Vazamentos seletivos querem levar o presidente desta Casa [Eduardo Cunha] a uma execração pública e ele não merece isso. [...] Se tem vazamento para um, tem que ter para outros. Aí não é vazamento, é divulgação e nós sabemos que tem muita gente sendo deixada para depois", afirmou Marun, durante reunião da CPI da Petrobras.

Documentos enviados ao Brasil pelo Ministério Público da Suíça informam que Cunha tem 2,4 milhões de francos suíços em conta no País. Em depoimento à CPI, em março, o presidente da Câmara negou ter contas no exterior.

Nesta semana, o PSOL e a Rede entraram com representação contra Cunha no Conselho de Ética por suposta quebra de decoro parlamentar. A reportagem tentou entrar em contato com Carlos Marun, mas o telefone está desligado. A assessoria de imprensa informou que o parlamentar está em viagem.




valei-me, Deus!!!
 
leoa em 17/10/2015 07:49:54
Ordinário, só pensa em si mesmo. São todos da mesma laia,corruptos!
 
Barbarossa em 16/10/2015 23:07:32
Vejam só como estamos desinformado neste estado.
Deu no JN que nosso grande senador Delcidio do Amaral está envolvido na maracutaia da Petrobras.
CGNews o pessoal já foi dormir. As outras emissoras não falaram nada.
O negócio é ler a Folha de São Paulo ou o Estadão.
PS: Meu comentário vai ser barrado. hehehehehe
 
Abestado em 16/10/2015 20:52:28
Nós eleitores que votaram em você, estamos acompanhando teu desempenho na comisão de ètica, no sentido de apurar os supostos crimes de seu colega Cunha, caso seja comprovado, como tudo indica, o mesmo não é digno de representar a população, nem tampouco seus pares de Legislativo.
O povo brasileiro tem fama de "memória curta" mas a situação escabrosa de hoje não permitem omissões nem esquecimento.
Mesmo daqui a 3 anos eleições virão
 
idoso em 16/10/2015 16:22:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions