A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

14/09/2017 17:43

Após nomeação virar polêmica, vereadora homenageia namorado com medalha

Em janeiro, vereadora Dharleng Campos (PP) foi alvo de críticas por nomear namorado Anderson Regis Guimarães em seu gabinete

Luana Rodrigues
Anderson Regis Guimarães e a vereadora Dharleng Campos de Oliveira. (Foto: Reprodução/ Facebook)Anderson Regis Guimarães e a vereadora Dharleng Campos de Oliveira. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Após ser alvo de críticas no mês de janeiro por nomear o namorado Anderson Regis Guimarães, para trabalhar em seu gabinete na Câmara Municipal, a vereadora Dharleng Campos de Oliveira (PP), agora decidiu homenageá-lo com uma honraria legislativa.  

Na noite desta quarta-feira (13), o namorado da vereadora, que é advogado, recebeu a Medalha Legislativa do Mérito Advocatício Doutor Nelson Trad. Pelo Facebook, Guimarães agradeceu à namorada pela “homenagem e reconhecimento do trabalho prestado em minha profissão”, escreveu.

A comenda foi instituída na Casa de Leis por meio da Resolução nº 1.113/10, em 2014, outorgada aos profissionais da área jurídica. Durante uma solenidade, são homenageados advogados e juristas, em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade campo-grandense. 

Já receberam o mérito os advogados Nelson Trad, Jorge Siufi, Sérgio de A. Franzoloso  e Carlos Gonzalez, todos “in memorian”.

A vereadora foi procurada pelo Campo Grande News em seu gabinete na tarde desta quinta-feira (14), para comentar a homenagem, mas não foi encontrada. Ela também não atendeu às ligações da reportagem.

Polêmica – Em janeiro deste ano, apenas 10 dias após ser empossada como vereadora, Dharleng Campos empregou o namorado Anderson Regis em seu gabinete na Câmara Municipal.

Ele ocuparia a vaga de assessor parlamentar III, cuja tabela salarial corresponde a R$ 2.032,22, porém, podendo chegar a R$ 6.096,66 com gratificações autorizadas pela casa em até 200%, conforme a Resolução n. 937, de 27 de abril de 1995.

Procurada pelo Campo Grande News, na época, ela respondeu: "todas as pessoas que estão no meu gabinete foram nomeadas dentro da lei", disse, antes de desligar o telefone. No entanto, exonerou o namorado dois dias após a repercussão da contratação.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions