A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

19/06/2018 10:58

Assembleia faz 1ª sessão com painel eletrônico que registra votos e faltas

Sistema foi implantado semana passada e registrará todos os atos dos deputados durante as reuniões em plenário

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Plenário da Assembleia nesta terça-feira (dia 19). No fundo, o painel eletrônico instalado.(Foto: Leonardo Rocha).Plenário da Assembleia nesta terça-feira (dia 19). No fundo, o painel eletrônico instalado.(Foto: Leonardo Rocha).

Aos moldes da Câmara Federal e Senado, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul teve a 1ª sessão com votação eletrônica. A diferença, agora, é que nos três painéis instalados, vai aparecer como cada um dos 24 deputados estaduais votaram, se estão presentes na reunião e qual projeto está sendo discutido.

Outras situações também vão ser demonstradas: tempo de fala de cada parlamentar, ordem dos oradores e quem está utilizando o microfone para discurso. Os painéis foram colocados no plenário principal, no plenarinho e outro no saguão.

Painel eletrônico mostra o nome dos deputados, ausência e presença, entre outras informações. (Foto: Leonardo Rocha).Painel eletrônico mostra o nome dos deputados, ausência e presença, entre outras informações. (Foto: Leonardo Rocha).

Cada parlamentar terá um terminal de votação na sua mesa, onde primeiro registrará a presença, por meio de biometria ou senha pessoal, depois poderá votar sim ou não em cada projeto.

Para os deputados, a medida é avanço, que traz agilidade e também transparência. "As pessoas poderão acompanhar e ver como os deputados votaram, quem está na sessão", avaliou o deputado Pedro Kemp (PT).

"Vem para modernizar e dar agilidade aos trabalhos", completa o líder do governo no Legislativo estadual, deputado Rinaldo Modesto (PSDB).

Contrato - A Assembleia contratou a empresa mineira Visual Sistema por R$ 22.950,00 por mês. Em ano, o custo será R$ 275,4 mil. A escolhida, por meio de pregão presencial, é responsável também pelo painel do Senado e dos Legislativos de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.



Duzentos e setenta e cinco mil e quatrocentos reais, para um painel de exibição de votos. Muito investimento para pouca produtividade.
 
O Doutrinador em 19/06/2018 14:38:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions