A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/07/2013 17:56

Bancada de MS é assídua na Câmara e Trad obtém presença de 100%

Jéssica Benitez
Deputado tem 100% de assiduidade (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)Deputado tem 100% de assiduidade (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)

A bancada sul-mato-grossense na Câmara dos Deputados esteve praticamente em todas as sessões ordinárias da Casa de Leis no primeiro semestre de 2013. O deputado federal, Fábio Trad (PMDB), por exemplo, colocou Mato Grosso do Sul na lista de assiduidade, com 100% de presença. O peemedebista participou das 25 ordinárias e 69 extraordinárias de fevereiro até julho deste ano, quando começou o recesso parlamentar.

Ao Campo Grande News, o deputado explicou que o compromisso em estar sempre a postos é uma forma respaldar o eleitor. “O plenário é o campo de luta em que o jogo político é jogado pela palavra. Minha assiduidade de 100% em 2013 neste semestre é um gesto de respeito para com os que votaram em mim, mas, sobretudo um ato de fé e entusiasmo para com o Poder Legislativo”, resumiu.

Consolidando o PMDB, Geraldo Resende vem logo em seguida com presença em todas as 25 ordinárias, conforme aponta o próprio site da Câmara. O deputado também esteve em 63 das 69 extraordinárias. Vander Loubet (PT) ocupa o terceiro lugar do pódio. Ele compareceu de forma maciça às sessões, sendo que nas extraordinárias esteve em 62.

O petista Antônio Carlos Biffi vem logo atrás com apenas uma falta em ordinárias, sendo que seu nome aparece 60 vezes na lista de presença das extras. Assim como Biffi, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) se ausentou em uma sessão no primeiro semestre de trabalho parlamentar. Já nas extras, o democrata compareceu a 55.

Marçal Filho (PMDB) esteve em 31 sessões ordinárias e 55 extraordinárias. Reinaldo Azambuja (PSDB) é o mais faltoso. No primeiro semestre o tucano esteve em 23 sessões e em 56 extras. Akira Otsubo (PMDB) assumiu a cadeira do agora secretário Estadual de Obras Edson Giroto (PMDB) em abril deste ano e de lá para cá esteve em 14 ordinárias e 49 extraordinárias.



O estar presente em todas as sessões da câmara ,não passa de obrigação, agora os seus eleitores quer ver trabalhos como: projetos de uma reforma política ampla, uma reforma fiscal também ampla, projetos que contemplam a educação, saúde, segurança pública, projetos contra: o crime organizado, contra as licitações irregulares, mudança do código civil ultrapassado que só defende os bandidos e alija o povo de bem, projeto maioridade aos 16 anos, projeto para diminuição do número de deputados, (grande parte nem comparecem às sessões) projeto contra as licitações irregulares, projeto que fecha todas as torneiras de corrupção no país, tem outros projetos que os Srs. deputados sabem que a população espera ser contemplada.Termino,só presença nobre deputado, está a Kms. de distância do povo.
 
João Alves de Souza em 25/07/2013 13:10:10
Não fazem mais do que a obrigação! Quero ver apresentar projetos de Lei contra os corruptos, contra o crime organizado, contra as licitações irregulares, contra a criação de tantos ministérios, a favor da saúde, educação, segurança , de mudança de um código penal ultrapassado que defende bandido e massacra o povo!!!! Nenhum deputado do MS fez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
george conrado em 24/07/2013 19:29:14
Não faz mais que obrigação! E se faltar, deveriam ter o ponto cortado, mais dias de feriados, como acontece com os verdadeiros trabalhadores.
 
Valter Antunes em 24/07/2013 18:20:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions