A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

25/12/2013 13:07

Bernal descarta renunciar na véspera de julgamento na Câmara

Kleber Clajus
Prefeito convocou secretários para tratar sobre julgamento na Câmara amanhã (Foto: Kleber Clajus)Prefeito convocou secretários para tratar sobre julgamento na Câmara amanhã (Foto: Kleber Clajus)

A possibilidade de renúncia do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), foi descartada durante reunião com secretários, nesta quarta-feira (25), no gabinete da Esplanada Ferroviária, em Campo Grande. Uma sessão de julgamento, que pode cassar o mandato do progressista, está agendada para amanhã (26), às 8h, na Câmara Municipal.

“Foi muito sorrateiro esperar até o fim do ano para cassar um prefeito. Bernal é um homem corajoso, não vai renunciar e vai até o fim. Ele está certo, porque quem deu o mandato a ele foi à população”, disse Valdir Gomes, funcionário de carreira da Prefeitura e coordenador do Centro Cultural “O Picolé”, no Bairro Estrela do Sul.

Já a secretária Municipal de Assistência Social e vereadora licenciada, Thaís Helena (PT), garantiu que estará presente na sessão de julgamento na Câmara para apoiar Bernal. A petista relembrou a cassação de seu mandato, pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), por suposta compra de votos com tickets de combustível.

“Fui cassada injustamente e consegui liminar porque havia falta de provas. O sentimento é muito ruim. Assim como eu estou me defendendo e vou até as últimas instâncias, creio que o prefeito e todos nós queremos fazer a defesa de nosso projeto e ir até as últimas consequências. Se não houve dano ao erário público vão cassar o prefeito por isso?”, questiona Thaís, ao criticar o fechamento do relatório da Comissão Processante durante a madrugada.

“Prestei esclarecimentos provando a economicidade e da ilegalidade de contratos que resultaram nas contratações emergenciais e não levaram em conta nada”, lamentou a petista ao acreditar que o plenário da Câmara possa ser tomado por apoiadores de Bernal amanhã.

Julgamento – Os 29 vereadores foram convocados, na terça-feira (24), para participar da sessão de julgamento, durante o recesso parlamentar, para decidir se Bernal terá denúncia de infração político-administrativa arquivada ou se perderá o mandato. A definição ocorre amanhã (26), a partir das 8h, na Câmara Municipal e deve considerar parecer favorável a cassação emitido pela Comissão Processante.

Na ocasião, o prefeito terá oportunidade de rebater seus acusadores por duas horas. Já os vereadores poderão se pronunciar por 15 minutos e, na hora da votação, todos os 29 terão direito a voto, inclusive o presidente da Processante, Edil Albuquerque (PMDB), o relator, Flávio César (PT doB) e o membro Alceu Bueno (PSL).

O presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), já solicitou reforço na segurança para a sessão de julgamento, que vai ter limite de acesso ao Plenário Oliva Enciso e um telão instalado na área externa para que as pessoas possam acompanhar a votação que decidirá o futuro do mandato de Bernal.




Acho que ele nao deveria descartar essa hipótese de Renuncia.
Até porque em 2014 ocorrerão eleições, e se ele acredita o povo estar ao lado dele melhor chance não há para comprovar isso, e sair candidato.
Do contrário........!!!???!!
 
João Marcelo em 25/12/2013 14:24:19
Bernal, um conselho: PEGUE SEU BANQUINHO E SAIA DE MANSINHO!
 
José Fernandes de Moura em 25/12/2013 14:09:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions