ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 33º

Política

Bolsonaro agenda para próxima terça-feira a 1ª visita como presidente a MS

Última vez que Jair Bolsonaro esteve no Estado foi em julho de 2017, quando ainda era deputado federal pelo PSC do Rio

Por Anahi Zurutuza e Marta Ferreira | 11/08/2020 18:18
Jair Bolsonaro quando veio a Mato Grosso do Sul e foi recebido por multidão no Aeroporto Internacional de Campo Grande, em julho de 2017 (Foto: Alcides Neto/Arquivo Campo Grande News)
Jair Bolsonaro quando veio a Mato Grosso do Sul e foi recebido por multidão no Aeroporto Internacional de Campo Grande, em julho de 2017 (Foto: Alcides Neto/Arquivo Campo Grande News)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve fazer a primeira visita a Mato Grosso do Sul na próxima semana. Por meio da assessoria de imprensa, o Palácio do Planalto confirmou que a agenda está prevista para o dia 18, mas informou que a confirmação só acontecerá mais para frente, quando também serão divulgados mais detalhes sobre a passagem do chefe da nação pelo Estado.

O Campo Grande News apurou que a aeronave da Presidência pousará no Aeroporto Internacional de Corumbá, onde será inaugurada uma estação de radar. Bolsonaro tem a intenção ainda de visitar o 9º Grupo de Artilharia de Campanha, em Nioaque, onde serviu entre 1979 e 1981, quando ainda era tenente do Exército.

O CMO (Comando Militar do Oeste) informou que somente o Planalto poderia falar da programação. Mas, detalhes da agenda não foram informados pela assessoria de comunicação da Presidência

O deputado estadual Renan Contar, do PSL, partido ao qual Bolsonaro pertencia, também confirma a previsão de vinda a Corumbá, mas não diz não saber mais que isso.

“Virá a Corumbá, mas não está confirmado ainda. A agenda será divulgada um pouco mais na véspera, por questão de segurança. Só então vamos programar uma recepção”.

Depois de eleito presidente, Bolsonaro já foi convidado mais de uma vez para vir a Mato Grosso do Sul. A última passagem dele pelo estado foi em fevereiro de 2018, quando esteve em Dourados. Na época, ainda deputado federal e já pré-candidato ao Planalto, durante reunião com produtores rurais, atacou as demarcações de terras indígenas e disse  que, se eleito "não daria um centímetro de terra para índios".

Ele também veio a Mato Grosso do Sul em julho de 2017, quando foi a Nioaque, acompanhar a encenação tradicional da Retirada da Laguna, episódio da Guerra do Paraguai. Ele passou por Campo Grande, onde foi recebido por uma pequena multidão no Aeroporto Internacional.

Bolsonaro durante a última visita a MS, em fevereiro de 2018. (Foto: Helio de Freitas)
Bolsonaro durante a última visita a MS, em fevereiro de 2018. (Foto: Helio de Freitas)


Regras de comentário