A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/08/2014 16:36

Câmara vota amanhã destinação de áreas para habitação

Kleber Clajus
Reforma do Mercadão integra projetos na pauta, além destinação de terrenos para construção de casas populares (Foto: Kleber Clajus / Arquivo)Reforma do Mercadão integra projetos na pauta, além destinação de terrenos para construção de casas populares (Foto: Kleber Clajus / Arquivo)

Os vereadores de Campo Grande podem votar, amanhã (12), cinco projetos de lei que destinam áreas para a construção de casas, além do fechamento de parte da rua 7 de setembro para ampliação do Mercadão. A questão foi adiada, na semana passada, por uma sessão dominada por debates sobre o conflito na Palestina e a contratação de artistas para “Quinta Gospel”.

Novamente na pauta, estarão projetos enviados entre junho e julho destinados a Emha (Empresa Municipal de Habitação). Estes desafetam 81 lotes no São Conrado e 53 terrenos no Panamá, pertencentes ao Residencial Búzios, além de áreas no Aero Rancho e Jardim Centenário para construção de 30 e 104 casas, respectivamente. Já no Parque Iracy Coelho, terreno de mais de três mil metros quadrados aguarda definição dos vereadores para ser doado ao Estado.

O caso mais emblemático, no entanto, está relacionado ao fechamento de trecho da Rua 7 de Setembro para ampliação do Mercado Municipal. De acordo com dados da própria Câmara Municipal, a proposta chegou no dia 3 de junho, mas só entrou em análise após realização de audiência pública na quarta-feira (6).

A falta andamento no processo ocasionou, de acordo com o prefeito Gilmar Olarte (PP), perda de R$ 1,085 milhão de emendas federais liberadas em 2012. Estas garantiam, por meio de dois convênios com o Ministério do Turismo, instalação de praça de alimentação externa a estrutura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions