A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/04/2014 10:41

Campo Grande pode ter parcelamento do ITBI na venda dos imóveis

Kleber Clajus
Imposto que incide em venda de imóveis poderá ser parcelado (Foto: Cleber Gellio)Imposto que incide em venda de imóveis poderá ser parcelado (Foto: Cleber Gellio)

Projeto de parcelamento em até seis vezes do ITBI (Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis) será analisado, amanhã (22), pelos vereadores de Campo Grande. A proposta pretende facilitar a vida de quem adquire um imóvel e não tem condições de pagar integralmente o imposto, obrigatório para escriturar a propriedade.

De autoria dos vereadores Ademir Vieira, o Coringa (PSD), e Otávio Trad (PT do B) o projeto de Lei Complementar nº 361/13 altera o artigo 13 da Lei nº 2.592 de 27 de janeiro de 1989.

Na prática, a modificação possibilita não só o parcelamento do valor do ITBI, correspondente a 2% do imóvel adquirido, mas também que os cartórios liberem a escrituração para quem optar pelo mecanismo.

Com isso, se uma pessoa compra um apartamento de R$ 170 mil no Rita Vieira, poderá parcelar os R$ 3,4 mil do imposto e já dar início ao processo de transmissão de bem imóvel.

Também está previsto no projeto que a primeira parcela seja paga no prazo de 30 dias e que não sejam inferiores a R$ 100. O não pagamento do imposto concederá ao município o direito de inscrever o contribuinte na dívida ativa.

Em defesa do projeto, os vereadores destacam que ao município cabe legislar sobre “assuntos de interesse local” e que se a proposta for considerada “invasão de competência” o Executivo deve considerar modelo semelhante adotado em Curitiba (PR).

“Toda proposta de parcelamento serve para melhorar as condições para o contribuinte e garante ao Executivo a certeza que vai receber a contribuição”, justifica Otávio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions