A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018

09/12/2017 09:33

Carlos Marun volta a dizer que está a disposição de Temer para virar ministro

O deputado federal de MS é o mais cotado para assumir vaga deixada por Antônio Imbassahy

Leonardo Rocha
Deputado Carlos Marun deve assumir a função na semana que vem (Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)Deputado Carlos Marun deve assumir a função na semana que vem (Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)

O deputado federal, Carlos Marun (PMDB), concedeu entrevista ontem (8) a noite, no Congresso Nacional, sobre a possibilidade de assumir a Secretaria de Governo da Presidência, no lugar de Antônio Imbassahy. Ele reafirmou que está à disposição do partido e do presidente Michel Temer (PMDB), mas que ainda não tinha recebido convite oficialmente.

"Ainda não fui convidado pelo presidente, que inclusive não seria indelicado de fazer tal convite antes da saída do (Antônio) Imbassahy, no qual temos muito apreço pelo bom trabalho e lealdade extrema. Estou à disposição do partido e do governo que é do PMDB, só acompanhei as informações pela imprensa", disse Marun.

Falando para vários veículos de comunicação, no Congresso Nacional, Marun disse que estava às 19h30 na Câmara dos Deputados, porque estava "acelerando" o relatório da CPI da JBS, que pretende apresentar na próxima terça-feira (12). Disse ainda que conversou com o presidente na quinta-feira (07), e disse que o assunto foi apenas reforma da previdência.

"O foco da base é a reforma da previdência, junto ao PMDB e a sociedade, com a intenção de envolver os setores da sociedade que não há mais espaço para empurrar com a barriga. A nossa meta realista é conseguir os votos suficientes até o dia 18, mas quem define a pauta é o presidente da Câmara", ponderou o peemedebista.

Saída - O deputado federal, Antônio Imbassahy (PSDB-BA), entregou ontem (08), o seu pedido de demissão ao cargo de ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, para Michel Temer. A medida foi tomada um dia antes da convenção nacional do PSDB, que pode representar a saída dos tucanos da base governista.

Esta saída abre caminho para Carlos Marun assumir o cargo, que já era aguardado desde novembro, quando ocorreu a troca de Bruno Araújo (PSDB-PE), por Alexandre Baldy (sem partido-GO), no Ministério das Cidades. O peemedebista chegou a ser anunciado como novo ministro pelo Twitter Oficial da Presidência, mas em seguida apagado.



Claro que tá né? Alguém tinha alguma dúvida ainda?
 
Mariana Carvalho em 09/12/2017 12:02:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions